Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

EUA divulgam vídeo sobre voo 'agressivo' de caça Su-24 (vídeo)

Ao ver o navio, os pilotos se afastaram, como as regras exigem, disse o porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov. A autoridade também afirmou que o incidente ocorreu perto de uma base militar russa. 


Sputnik

Os pilotos da Força Aeroespacial da Rússia realizavam um voo no mar Báltico, em conformidade com todas as regras e normas de segurança, disse o porta-voz do Ministério da Defesa, major-general Igor Konashenkov, comentando a declaração dos Estados Unidos de que caças russos Su-24 teriam sobrevoado de forma “agressiva” um destróier estadunidense.


Caça russo Su-24
Sukhoi Su-24 Tchemodan © Sputnik/ Mikhail Voskresenskiy

O general afirmou que a trajetória de voo da aeronave realmente atravessou a área onde o navio americano navegava, mas acrescentou que, a setenta quilômetros do local do incidente, se encontra uma base naval russa.

"Ao ter o navio no raio de visão, os pilotos russos se desviaram em conformidade com todas as regras de segurança", — disse Konashenkov.

O porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia disse que a Força Aeroespacial da Rússia realiza os voos em conformidade com todas as normas internacionais.

O comando dos EUA divulgou nessa quarta-feira (13) um vídeo e fotos mostrando aviões e helicópteros russos se aproximando de um navio da Marinha dos Estados Unidos. O lado norte-americano expressou a sua preocupação com o incidente, chamando esse comportamento de "pouco profissional" e afirmando que ele comprometeu a segurança. O porta-voz do Pentágono disse que o bombardeiro russo Su-24 sobrevoou o destróier a uma distância de menos de dez metros.



Postar um comentário