Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Caça F-22 dos EUA faz pouso de emergência no Alasca

Nesta quarta-feira (11), um caça de quinta geração F-22 Raptor da Força Aérea dos EUA fez um pouso de emergência em uma base militar no Alasca, de acordo com a agência AP.
Sputnik

De acordo com a agência, a aeronave aterrissou na base de Elmendorf-Richardson, na cidade de Anchorage, devido a uma falha no funcionamento do chassi de aterrissagem.

As imagens do acidente divulgadas pelo Facebook demonstram que uma das rodas não saiu e a aeronave acabou pousando sobre sua asa esquerda.

O piloto saiu ileso. Entretanto, a porta-voz da Força Aérea dos EUA, Erin Eaton, informou sobre o início de uma investigação da ocorrência.

Outros acidentes

O avião F-22 é um caça bimotor monolugar produzido pela corporação norte-americana Lockheed Martin. A Força Aérea dos EUA conta com 186 aeronaves do modelo.

Em abril, foi registrada uma falha de motor em um F-22 durante a decolagem da base aérea de Fallon, como resultado a aeronave acabou caindo sobre a pista.

Outro acidente, que também ocorreu em abril, teve lu…

Frente Nusra bombardeia população em Hama e Latakia, na Síria

A Frente Nusra bombardeou a população e as tropas da Síria nas províncias de Hama e Latakia, informa o centro russo para reconciliação síria.


Sputnik

As localidades de Tell El malach e Suran, na província de Hama, foram bombardeadas por lançadores de foguetes múltiplos improvisados. Na província de Latakia, também houve ataques de morteiros contra posições das tropas do governo perto da localidade de Kbana, informou o centro russo para reconciliação síria. 


La ciudad de Murek, provincia de Hama, liberada por Ejército sirio
Cidade de Murek, província de Hama, Síria © Sputnik

“A organização terrorista Frente Nusra continua com as provocações armadas contra a população civil e as tropas governamentais nas províncias de Hama e Latakia”, diz o comunicado.

No dia 27 de fevereiro, entrou em vigor um cessar-fogo negociado por Rússia e Estados Unidos. Grupos terroristas como a Frente Nusra e o Daesh não aderiram ao acordo.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas