Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

KC-390 – Dilma pedala R$ 1,4Bi, quase inviabiliza, e fatura como agenda positiva

Direção da EMBRAER e Comando da FAB levam o KC-390 para conseguir “despedalar” a verba de R$1,4 Bi


Nelson Düring | DefesaNet

O Programa do Cargueiro Multimissão KC-390 em desenvolvimento pela EMBRAER Defesa e Segurança e o Comando da Aeronáutica é um dos Projetos Estratégicos de Defesa do Brasil.


Embraer KC-390

Na tarde de 04ABR2016 a aeronave KC-390 pousou na Base Aérea de Brasília DF. O Programa KC-390 passa por turbulência grave pelas sucessivas pedaladas, travestidas de contingenciamento orçamentário. A ida do Cargueiro Multimissão KC-390 01 a Brasília DF atende a dois objetivos básicos:

1 – Uma agenda positiva para o atual momento do Governo Dilma Rousseff. Mostrar fatos e realizações positivas, mesmo que o próprio governo atrapalhe ou prejudique de forma significativa estes, e,

2 – Para que a contratista principal, a EMBRAER Defesa & Segurança e Comando da Aeronáutica consigam “despedalar” o valor de R$1,4 e tentar regularizar os pagamentos deste ano, que o governo tem contingenciado no repasse de verbas para o desenvolvimento do Programa do Cargueiro Multimissão KC-390. 


Parece hilário que a Administração da Presidente Dilma Rousseff traga a Brasília, para agenda positiva a mais bem acabada realização do conjunto de “pedaladas”.

A aeronave só está em Brasília (DF) para esta demonstração, pois a Administração da EMBRAER através do CEO Frederico Curado e o VP da EMBRAER Defesa & Segurança, Jackson Schneider, resolveram que a empresa bancaria com recursos próprios o desenvolvimento, o que ocorre desde meados de 2015.

E também em um esforço conjunto dos parceiros de risco no projeto, tanto Brasil como exterior que aportam recursos sem a devida contrapartida financeiro do governo.

Procura desta maneira mostrar viabilidade e como DefesNet anunciou com exclusividade o anúncio do próprio VP Jackson Schneider, o plano de levar o KC-390 a Exposição Internacional de Farnborough, em Julho, na Inglaterra.

Após ter um atraso de 18 meses no cronograma de desenvolvimento, pelos contingenciamentos orçamentários “pedaladas cíclicas”, o que quase inviabilizou o projeto. Atraso que EMBRAER tenta recuperar e ao menos não alongar este que será irrecuperável em ocupar as janelas de oportunidade no mercado internacional.

O VP Jackson Schneider, da EMBRAER Defesa & Segurança, tenta a jogada ao dar uma escada para o governo, conseguir recuperar parte dos atrasos tanto no Programa KC-390 como nos demais em atraso. Em contato com a EMBRAER a empresa não quis indicar o valor da dívida total do Ministério da Defesa para com a empresa.

O Comando da Aeronáutica realizou alguns pagamentos no fim de 2015 porém a desvalorização cambial, levou o patamar de pedalada ser estável há um ano cravado no R$1,4 Bi.

Uma outra agenda é a do Ministério da Defesa com a administração do ministro Aldo Rebelo, em tentar desesperadamente mostrar algo de sua pasta.




Postar um comentário