Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialistas: aumenta o risco de guerra entre os EUA, a Rússia e a China

O desenvolvimento de novos tipos de armas nucleares de "baixa potência" aumenta o risco de uma guerra entre os EUA, a Rússia e a China, segundo especialistas consultados por Newsweek.
Sputnik

O Pentágono está desenvolvendo dois novos tipos de armas nucleares, para acompanhar os progressos da Rússia e da China nesse terreno. Os especialistas tiveram acesso às minutas do projeto de doutrina nuclear norte-americana, que acusa Moscou e Pequim de ampliar as suas capacidades nucleares. 


Esse documento afirma a necessidade de "desenvolver e incorporar novos meios de contenção e de defesa dos objetivos, quando a contenção não funciona".

Entre outras medidas, o projeto revela a intenção de desenvolver ogivas nucleares de baixa potência para mísseis Trident, utilizados por submarinos da classe Ohio. Além disso, o departamento de Defesa dos EUA planeja desenvolver um míssil nuclear de baixa potência para suas bases marítimas.

O Pentágono considera o atual arsenal nuclear a disposi…

Komodo 2016 : Navios de guerra de mais de 30 países se encontram no Oceano Índico

Os exercícios navais Komodo 2016, que acontecem entre 14 e 16 de abril no Oceano Índico, perto da província indonésia de Sumatra, reúnem cerca de 48 navios de guerra e aeronaves de diferentes tipos de 35 países, entre eles Rússia, Austrália, China, EUA, Japão e outros Estados da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN).


Sputnik


Um grupo de navios da Frota russa do Pacífico zarpou nesta quinta-feira (14) do porto de Padang (Indonésia) em direção às águas onde serão realizadas as manobras, segundo informou um porta-voz militar da Rússia, citado pela RT. 


Navios norte-americanos no oceano Índico
© flickr.com/ Official US Navy Page/SPC Mark Alvarez

O destacamento naval russo é formado pela fragata antissubmarino Almirante Vinogradov, pelo rebocador de salvamento Foti Krylov e pelo petroleiro Irkut, que chegaram à Indonésia no início desta semana. Além disso, helicópteros navais russos Ka-27 também tomarão parte nos exercícios.


O Komodo 2016 focará no treinamento de diferentes operações de caráter humanitário e antiterrorista, na defesa de recursos marinhos e na resposta a catástrofes naturais. As manobras também preveem a simulação de uma operação de resgate a um navio capturado por piratas convencionais.



Postar um comentário