Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O que acontece quando desaparece um submarino como o argentino ARA San Juan

As autoridades argentinas continuam com as buscas para tentar localizar o submarino ARA San Juan, que estava em uma missão de treinamento e desapareceu na última quarta com 44 tripulantes a bordo.
BBC Brasil


A Marinha argentina revelou que, no último contato, o subcomandante afirmou que a embarcação apresentava um curto-circuito no sistema de baterias.


O submarino fazia o trajeto entre o Ushuaia, no sul do país, e a base naval de Mar del Plata, mais ao norte, quando deixou de se comunicar e sumiu dos radares. Segundo a Marinha, a tripulação teria comida e oxigênio para mais dois dias.

O governo argentino conta com a ajuda de vários países para realizar as buscas, incluindo Brasil e Estados Unidos.

Mas quais são principais dificuldades em uma operação para localizar um submarino? A BBC tenta responder a esta e a outras perguntas sobre o tema.

Por que submarinos não podem ser detectados?


Os submarinos são construídos para serem difíceis de se encontrar. O papel deles é participar, com frequênc…

Marinha dos EUA detém navio iraniano que transportava armas

Os EUA alegadamente interceptaram e apreenderam uma carga de armas transportada em navio iraniano no Mar Arábico, disse o Departamento da Marinha norte-americano na segunda-feira (4).


Sputnik


A carga incluía 1,5 mil fuzis AK-47, 200 lançadores de granadas antitanque e metralhadoras de calibre 21.50 mm, disse o Departamento da Marinha norte-americana. 


Navio iraniano Kharq entra no canal de Suez, fevereiro de 2012 (foto de arquivo)
Navio iraniano Karq © AFP 2016/

“As forças internacionais navais que operam em águas do Mar Arábico apreenderam em 28 de março uma série de armas ilegais que, segundo as avaliações dos EUA, eram de origem iraniana e possivelmente estão relacionadas com os rebeldes houthis no Iêmen (...);. O navio da Guarda Costeira da Marinha norte-americana USS Sirocco, que integra o Comando Central das Forças Marítimas dos EUA, interceptou e apreendeu a carga de armas escondidas a bordo de um pequeno navio que não pertence a nenhum país”, diz-se na declaração.

Segundo a declaração, esta é a terceira interceptação do navio, que transporta armas ilegais na região desde fevereiro. Os dois navios precedentes que transportaram armas e outros equipamentos haviam sido interceptados em 27 de fevereiro e 20 de março.



Postar um comentário