Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: presidente ucraniano mata sua indústria ao introduzir novas sanções contra Rússia

O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, assinou um decreto sobre as sanções contra a Rússia adotadas pelo Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia. O especialista Eduard Popov falou com a Sputnik e indicou qual o principal objetivo perseguido pelo governo ucraniano com tal iniciativa.
Sputnik

Em 2 de maio, o Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia ampliou as medidas restritivas em relação a diversas pessoas físicas e jurídicas russas, bem como prolongou a vigência das sanções introduzidas anteriormente.

Segundo informou a assessoria de imprensa da entidade, as sanções são aplicadas a pessoas "relacionadas com a agressão no ciberespaço e no campo informacional" contra a Ucrânia, "ações criminosas" contra os cidadãos ucranianos detidos na Rússia, bem como aos deputados da Duma de Estado e do Conselho da Federação da Rússia.

O diretor do Centro de Cooperação Pública e Informativa "Europa", Eduardo Popov, disse ao serviço russo da Rádio Sp…

Marinha dos EUA detém navio iraniano que transportava armas

Os EUA alegadamente interceptaram e apreenderam uma carga de armas transportada em navio iraniano no Mar Arábico, disse o Departamento da Marinha norte-americano na segunda-feira (4).


Sputnik


A carga incluía 1,5 mil fuzis AK-47, 200 lançadores de granadas antitanque e metralhadoras de calibre 21.50 mm, disse o Departamento da Marinha norte-americana. 


Navio iraniano Kharq entra no canal de Suez, fevereiro de 2012 (foto de arquivo)
Navio iraniano Karq © AFP 2016/

“As forças internacionais navais que operam em águas do Mar Arábico apreenderam em 28 de março uma série de armas ilegais que, segundo as avaliações dos EUA, eram de origem iraniana e possivelmente estão relacionadas com os rebeldes houthis no Iêmen (...);. O navio da Guarda Costeira da Marinha norte-americana USS Sirocco, que integra o Comando Central das Forças Marítimas dos EUA, interceptou e apreendeu a carga de armas escondidas a bordo de um pequeno navio que não pertence a nenhum país”, diz-se na declaração.

Segundo a declaração, esta é a terceira interceptação do navio, que transporta armas ilegais na região desde fevereiro. Os dois navios precedentes que transportaram armas e outros equipamentos haviam sido interceptados em 27 de fevereiro e 20 de março.



Postar um comentário