Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Rússia começa a testar novos e potentes sistemas de guerra radioeletrônica

O consórcio russo Tecnologias Radioeletrônicas (KRET, na sigla em russo) começou a testar a um novo equipamento terrestre de guerra eletrônica projetado para proteger alvos civis e militares de ataques aeroespaciais, relata a RT nesta segunda-feira (25). 


Sputnik

"O consórcio começou a testar o novo complexo terrestre de guerra eletrônica, capaz de proteger tanto as tropas como os alvos civis de ataques realizados por meios aeroespaciais. Os testes terminarão no final deste ano", disseram representantes da empresa, que é a maior fabricante nacional de equipamentos de guerra eletrônica da Rússia.


Krasukha 4, sistema de guerra eletrônica das Forças Armadas da Rússia
Krasukha 4, sistema de guerra eletrônica da Força Aérea da Rússia © Foto: ROSTEC

De acordo com as informações disponíveis, este complexo integra sistemas de guerra eletrônica e meios de defesa aérea, sendo composto por módulos independentes de interferência capazes de influir nos sistemas de controle inimigos a grandes distâncias, por meio de complexos e potentes sinais digitais.

"Foram criadas estações multicanal que proporcionam a neutralização radioeletrônica de sistemas diferentes ao mesmo tempo", acrescentaram as fontes.




Postar um comentário