Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialista: exército sírio deteve 300 militares franceses de diversas patentes

O presidente Vladimir Putin, em conversa com o presidente sírio Bashar Assad, em Sochi, declarou que, devido ao sucesso da luta antiterrorista das forças sírias e ao início do processo político, as tropas estrangeiras deveriam se retirar do território da Síria.
Sputnik

"A declaração de Vladimir Putin durante seu encontro com Bashar Assad, sobre a necessidade da retirada dos contingentes estrangeiros da Síria, arruína os sonhos dos agressores, que contam com a tentativa de realizar seus objetivos na região através de mercenários criminosos", disse à Sputnik Árabe Akram al Shalli, analista da Gestão Síria de Crise e Guerras Preventivas.

"Nas mãos do exército sírio há oficiais dos serviços de inteligência dos EUA, Grã-Bretanha, países árabes e Israel. Por exemplo, só o número de militares franceses de diversos escalões é de 300 pessoas. Notamos tentativas de exercer pressão sobre o governo sírio, inclusive para libertar os militares estrangeiros presos. Mas esses sonhos não p…

Preso sargento do Exército suspeito de estuprar criança de 8 anos no RS

Após ser localizado, ele foi encaminhado para a Polícia do Exército.
Conforme o Deca, a criança teria sido estuprada durante aulas de teclado.


Do G1 RS

Um homem de 46 anos foi preso preventivamente na manhã desta segunda-feira (23) por estupro de uma menina de 8 anos. Ele, que é sargento do Exército, foi localizado no bairro Aparício Borges, Zona Leste de Porto Alegre, e não apresentou resistência.



Conforme o delegado Arthur Teixeira Raldi, o homem negou as acusações. Em seguida, ele foi encaminhado para a Polícia do Exército, onde está sob custódia.

A prisão foi executada pela Delegacia de Capturas (Decap) do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) em cumprimento de mandado do Departamento Estadual da Criança e do Adolescente (Deca).

Conforme a diretora do Deca, Adriana Regina da Costa, o caso ocorreu em novembro de 2014. Durante a aula de teclado, o homem pediu para a menina passar as mãos nos órgãos genitais dele. Segundo a criança, isso só teria ocorrido uma vez.

Em seguida, a criança passou por uma perícia psíquica que teve o resultado entregue para a polícia em julho de 2015. Em outubro, o inquérito foi remetido para a Justiça.

O G1 entrou em contato com o comando do Exército para verificar se o sargento será afastado ou se será aberto algum procedimento interno. Entretanto, até as 16h30 desta segunda-feira, não houve retorno.



Postar um comentário