Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Talibãs confirmam morte do mulá Mansur e nomeiam seu sucessor

Líder foi morto após bombardeio de drone americano.
Mulá Obaidullah, braço direito do antecessor, é o novo líder.


EFE

Os talibãs confirmaram nesta quarta-feira (25) a morte do líder do grupo, o mulá Mansur, em um bombardeio de um drone americano no sábado (21) passado, e anunciaram a designação do mulá Maulawi Obaidullah como seu sucessor.


Foto sem data mostra Akhtar Mansour, líder talibã (Foto: Handout/Reuters)
Foto sem data mostra Akhtar Mansour, líder talibã, morto recentemente (Foto: Handout / Reuters)

"O Emirado Islâmico do Afeganistão (como os talibãs se autodenominam) anuncia que seu líder, o mulá Mansur, abraçou o martírio no sábado em um bombardeio de um drone americano", relataram os insurgentes em um comunicado.

O mulá Obaidullah (Hibatullah, segundo a grafia usada no Afeganistão) é um respeitado clérigo conhecedor dos textos sagrados que foi o principal responsável do sistema judiciário talibã e segundo braço direito de Mansur, e sua nomeação chegou "após uma longa discussão", diz o comunicado.

Além disso, os insurgentes revelaram que o segundo na cadeia de comando será Sirajudin Haqqani, que era o primeiro braço direito do mulá Mansur desde que este foi nomeado em julho de 2015, após a confirmação da morte de seu antecessor, o mulá Omar, ocorrida dois anos antes.

Sirajudin é o filho do fundador da rede Haqqani, Maulawi Jalaludin Haqqani, a quem substituiu em 2005 para liderar esse grupo terrorista fundado nos anos 1970. Os Estados Unidos acusaram reiteradamente o Paquistão de oferecer proteção a essa organização.

O segundo braço direito do novo líder talibã será o filho do mulá Omar, o mulá Yaquba, de acordo com a nota.

Os insurgentes detalharam que o mulá Mansur morreu na região fronteiriça entre a província de Kandahar, no norte do Afeganistão, e a província de Baluchistão, no sudoeste do Paquistão. Já os EUA foram mais explícitos e confirmaram que o líder talibã morreu no Paquistão.

O governo paquistanês se negou a confirmar a morte do mulá Mansur, algo que fizeram Afeganistão e EUA, e seu ministro do Interior, Nisar Ali Khan, declarou que o drone jamais cruzou a fronteira e que o ataque aconteceu fora de seu território.



Postar um comentário