Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

EUA enviam à fronteira russa aviões que bombardearam Iugoslávia

Vários sites britânicos de aviação acabam de informar que dois bombardeiros da Força Aérea americana B-52 que participarão de treinamentos da OTAN na região báltica tinham estado envolvidos na operação contra a Iugoslávia em 1999.


Sputnik

De acordo com a mídia, os aviões, com números de bordo 60-0037 e 60-0044, foram enviados, na altura dos acontecimentos tristes de 1999, à base aérea de Fervord no Reino Unido. Dali, eles realizaram voos contra alvos na Sérvia e Montenegro.


Bombardeiro estratégico americano B-52 Stratofortress
Boeing B-52 Stratofortress © flickr.com/ manhhai

Lembramos que, durante os cerca de três meses de bombardeios, de acordo com vários dados, morreram até 4.000 pessoas, entre eles cerca de 90 crianças.
Cabe mencionar também que nesta quinta-feira (2) os EUA enviaram à Europa dois bombardeiros estratégicos subsônicos B-52 de longo raio de ação para participar dos exercícios da Aliança Atlântica Baltops 2016 e Saber Strike 2016.

Ambos os exercícios serão realizados nos Bálcãs.

Inicialmente deveriam ser enviados três aviões à Europa, mas um B-52 não conseguiu atingir a Estônia por razão de uma avaria e foi obrigado a retornar à base nos EUA.



Postar um comentário