Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Troca de militares na Venezuela preocupa Brasil

Andreza Matais e Marcelo de Moraes | Estadão

A substituição dos comandos militares na Venezuela fez acender uma luz amarela no governo brasileiro. Há dois cenários preocupantes: uma eventual crise interna entre os militares no país vizinho ou uma guerra civil branda. 


Tanque do Exército venezuelano durante desfile em comemoração aos 200 anos da independência do país em 2011. Foto: ARIANA CUBILLOS/AP


O governo pensa em buscar o apoio de regimes bolivarianos como Bolívia e Equador para acionar a Unasul e negociar uma solução para a crise. Avalia que, apesar de aliados de Nicolás Maduro, pode haver uma ação conjunta porque não interessa a Bolívia e Equador uma crise militar na Venezuela.


Postar um comentário