Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialista: exército sírio deteve 300 militares franceses de diversas patentes

O presidente Vladimir Putin, em conversa com o presidente sírio Bashar Assad, em Sochi, declarou que, devido ao sucesso da luta antiterrorista das forças sírias e ao início do processo político, as tropas estrangeiras deveriam se retirar do território da Síria.
Sputnik

"A declaração de Vladimir Putin durante seu encontro com Bashar Assad, sobre a necessidade da retirada dos contingentes estrangeiros da Síria, arruína os sonhos dos agressores, que contam com a tentativa de realizar seus objetivos na região através de mercenários criminosos", disse à Sputnik Árabe Akram al Shalli, analista da Gestão Síria de Crise e Guerras Preventivas.

"Nas mãos do exército sírio há oficiais dos serviços de inteligência dos EUA, Grã-Bretanha, países árabes e Israel. Por exemplo, só o número de militares franceses de diversos escalões é de 300 pessoas. Notamos tentativas de exercer pressão sobre o governo sírio, inclusive para libertar os militares estrangeiros presos. Mas esses sonhos não p…

Irã volta a receber sistemas russos de defesa antiaérea S-300

O ministro da Defesa do Irã Hossein Dehghan confirmou a entrega de sistemas de defesa antiaérea S-300 de produção russa, notando que eles já foram usados anteriormente no país.


Sputnik

A declaração respectiva foi feita na quarta-feira pelo porta-voz da Comissão de Segurança Nacional e Política Externa do Irã, Seyed Hossein Naghavi Hoseini. 


Sistemas de mísseis antiaéreos S-300
Sistema de defesa antiaérea S-300 © Sputnik/ Uriy Shipilov

De acordo com Hosseini, citado pela agência de notícias iraniana Fars, o ministro da Defesa do Irã anunciou a entrega dos sistemas S-300 durante uma reunião da Comissão no mesmo dia.

Na terça-feira, o chefe da corporação estatal russa Rostec, Sergei Chemezov, disse que a Rússia planeja terminar o fornecimento dos S-300 ao Irã até o final de 2016.

No dia 11 de abril, o Ministério das Relações Exteriores do Irã anunciou que a Rússia tinha feito a primeira entrega contratual desses modelos ao país, conforme o planejado. O Irã apresentou seus primeiros sistemas S-300 durante o desfile por ocasião do Dia das Forças Armadas, em meados de abril.

O contrato entre Moscou e Teerã, estimado em 900 milhões de dólares, para fornecimento de cinco baterias de mísseis S-300 ao Irã, foi assinado em 2007 mas foi suspenso depois da introdução das sanções por parte do Conselho de Segurança da ONU em 2010.

Em abril de 2015 a Rússia reiniciou as negociações referentes à entrega dos S-300 depois da assinatura do histórico acordo-quadro que garante o caráter pacífico do programa nuclear iraniano.


Postar um comentário