Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares norte-americanos acreditam que EUA entrarão em guerra

Quase metade do Exército dos EUA está confiante de que durante o ano de 2019 seu país estará envolvido em um grave conflito armado, de acordo com o Military Times.
Sputnik

Segundo uma pesquisa recente, 46% dos participantes não duvidam que o confronto militar ocorrerá no próximo ano.


A título de comparação, em 2017, apenas 5% dos militares dos EUA esperavam um conflito armado, enquanto 50% descartaram um cenário de guerra e 4% não responderam.

Quanto aos inimigos mais prováveis, os soldados dos EUA mencionaram principalmente a Rússia e a China. Respectivamente, 72% e 69% dos entrevistados escolheram esses dois países.

Além disso, cerca de 57% estão preocupados com a presença de extremistas islâmicos nos Estados Unidos. Em particular, 48% destacaram uma possível ameaça por parte dos grupos terroristas Daesh e Al Qaeda (proibidos na Rússia e em outros países).

Marinha cassa condecorações de Dirceu, Genoino, João Paulo, Jefferson e Valdemar

Por terem sido condenados no mensalão, perderam Ordem do Mérito Naval


Evandro Éboli | O Globo

BRASÍLIA - O Comando da Marinha cassou a condecoração Ordem do Mérito Naval de cinco ex-deputados condenados no mensalão. Eles perderam a condecoração justamente pela condenação. Três são petistas: José Dirceu, José Genoino e João Paulo Cunha, além de Roberto Jefferson e Valdemar Costa Neto. 


Roberto Jefferson, José Genoíno e José Dirceu - Montagem sobre fotos de Givaldo Barbosa, André Teixeira e Jorge William

A decisão do "procedimento de exclusão automática" dos agraciados foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira e assinada pelo Comandante da Marinha, Edaurdo Bacellar Leal Ferreira. A decisão da Marinha atende a um ofício da Procuradoria-Geral da República, de maio deste ano. A publicação no D.O. tornou pública a exclusão retroativa da ordem, no Grau de Grande Oficial desses agraciados.

Os cinco tiveram suas condecorações cassadas com base num artigo de um decreto de 2000, do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que exclui automaticamente do quadro da Ordem do Mérito Naval os que perderam direitos políticos ou que foram condenados em qualquer foro.

Genoino, Jefferson e Valdemar já haviam perdido a condecoração Medalha do Pacificador, a mais alta condecoração do Exército, três anos atrás.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas