Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Ministério do Exterior ucraniano disse quanta ajuda Kiev vai receber da OTAN

O ministro das Relações Exteriores ucraniano Pavel Klimkin afirmou que Kiev vai receber "tanta ajuda quanta puder eficazmente usar".



Sputnik

“A Ucrânia recebe um pacote global de ajuda da OTAN. São 13 principais e 40 direções adicionais de ajuda prática. É um documento em aberto que será desenvolvido e completado. A OTAN e seus membros vão dar tanto quanto a Ucrânia puder eficazmente usar”, escreveu no Twitter o chefe da chancelaria ucraniana no sábado (9).


Secretário de Defesa norte-americano Carter, secretário da Defesa britanico Fallon, Presidente da Ucrânia Poroshenko e Secretário Geral da OTAN Stoltenberg assistem a uma sessão de trabalho na Cúpula da OTAN em Varsóvia. 9 de julho, 2016
Secretário de defesa dos EUA, Carter, secretário de defesa britânico Fallon, presidente da Ucrânia Poroshenko e secretário da OTAN, Stoltenberg © REUTERS/ Kacper Pempel

Durante a cúpula da OTAN em Varsóvia o secretário-geral da aliança, Jens Stoltenberg, afirmou que o pacote de ajuda para a Ucrânia foi aprovado.

“A OTAN presta ajuda através de consultas e apoio material para tornar os instrumentos de defesa e segurança ucranianos mais eficazes e responsáveis. Esse é o objetivo do pacote global de ajuda que aprovámos hoje”, disse Stoltenberg aos jornalistas.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas