Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O que acontece quando desaparece um submarino como o argentino ARA San Juan

As autoridades argentinas continuam com as buscas para tentar localizar o submarino ARA San Juan, que estava em uma missão de treinamento e desapareceu na última quarta com 44 tripulantes a bordo.
BBC Brasil


A Marinha argentina revelou que, no último contato, o subcomandante afirmou que a embarcação apresentava um curto-circuito no sistema de baterias.


O submarino fazia o trajeto entre o Ushuaia, no sul do país, e a base naval de Mar del Plata, mais ao norte, quando deixou de se comunicar e sumiu dos radares. Segundo a Marinha, a tripulação teria comida e oxigênio para mais dois dias.

O governo argentino conta com a ajuda de vários países para realizar as buscas, incluindo Brasil e Estados Unidos.

Mas quais são principais dificuldades em uma operação para localizar um submarino? A BBC tenta responder a esta e a outras perguntas sobre o tema.

Por que submarinos não podem ser detectados?


Os submarinos são construídos para serem difíceis de se encontrar. O papel deles é participar, com frequênc…

Ministério do Exterior ucraniano disse quanta ajuda Kiev vai receber da OTAN

O ministro das Relações Exteriores ucraniano Pavel Klimkin afirmou que Kiev vai receber "tanta ajuda quanta puder eficazmente usar".



Sputnik

“A Ucrânia recebe um pacote global de ajuda da OTAN. São 13 principais e 40 direções adicionais de ajuda prática. É um documento em aberto que será desenvolvido e completado. A OTAN e seus membros vão dar tanto quanto a Ucrânia puder eficazmente usar”, escreveu no Twitter o chefe da chancelaria ucraniana no sábado (9).


Secretário de Defesa norte-americano Carter, secretário da Defesa britanico Fallon, Presidente da Ucrânia Poroshenko e Secretário Geral da OTAN Stoltenberg assistem a uma sessão de trabalho na Cúpula da OTAN em Varsóvia. 9 de julho, 2016
Secretário de defesa dos EUA, Carter, secretário de defesa britânico Fallon, presidente da Ucrânia Poroshenko e secretário da OTAN, Stoltenberg © REUTERS/ Kacper Pempel

Durante a cúpula da OTAN em Varsóvia o secretário-geral da aliança, Jens Stoltenberg, afirmou que o pacote de ajuda para a Ucrânia foi aprovado.

“A OTAN presta ajuda através de consultas e apoio material para tornar os instrumentos de defesa e segurança ucranianos mais eficazes e responsáveis. Esse é o objetivo do pacote global de ajuda que aprovámos hoje”, disse Stoltenberg aos jornalistas.


Postar um comentário