Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Força Aérea israelense anuncia estreia global do caça F-35 em combate

Israel foi o primeiro país ao qual os Estados Unidos autorizaram a venda do caça invisível
Juan Carlos Sanz | El País
Jerusalém - A Força Aérea de Israel revelou nesta terça-feira que foi a primeira a utilizar em combate o F-35, o ultramoderno caça furtivo indetectável para os radares inimigos. O chefe da aeronáutica israelense, general Amikam Nirkin, fez o comunicado aos comandantes das forças aéreas de vários países reunidos ao norte de Tel Aviv.

O general Nirkin mostrou a seus colegas – procedentes dos EUA, Itália, França, Índia e Brasil, entre outros países – a imagem de vários F-35 sobre Beirute, enquanto confirmava que esses aviões tinham participado de ataques em duas frentes.

“O esquadrão do F-35 está em operação e já sobrevoa todo o Oriente Médio”, afirmou o chefe da força aérea.

Nirkin reiterou que, há duas semanas, a Guarda Revolucionária iraniana disparou 32 foguetes contra as Colinas de Golã, planalto sírio ocupado por Israel desde 1967 e que, em resposta à agressão, a aviação…

Argentina busca mais helicópteros russos

Ivan Plavetz | Tecnologia & Defesa

De acordo com fontes da imprensa local, durante visita do comandante do Exército da Rússia, general Oleg Saliukov, a Buenos Aires em julho, esteve na pauta de discussões desenvolvidas com o ministro da Defesa da Argentina, Julio Martinez, o fornecimento de mais helicópteros russos Mi-171 para a Argentina. 


Mil Mi 171

Conforme as mesmas fontes, há negociações para que o país sul-americano receba até três novos helicópteros Mi-171, que terão como uma das principais finalidades cumprir missões na Antártica. Uma vez concretizado o negócio, os helicópteros se juntarão aos dois Mi-171 que já estão em serviço, ambos operadas pelo Esquadrão Aéreo III da VII Brigada Aérea sediada em Mariano Moreno, província de Buenos Aires.

Adquiridos em 2010, a FAA emprega os dois Mi-171 na Antártica desde dezembro de 2013 prestando apoio às atividades que a Argentina mantém no Continente Branco, incluindo pesquisas científicas realizadas no verão austral operando a partir da Base Marambio.


Postar um comentário