Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Kim Jong-un: Após 'declaração de guerra feroz', Trump e os EUA pagarão caro

Em um raro pronunciamento, o líder norte-coreano Kim Jong-un disse nesta sexta-feira (horário local) que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu povo "pagarão caro"pelas “palavras excêntricas” que pregaram a destruição da Coreia do Norte.
Sputnik

Em seu discurso na Assembleia Geral da ONU, Trump afirmou que os EUA estão prontos para a "destruição total" da Coreia do Norte, caso isso se faça necessário.


Além disso, o presidente estadunidense chamou Kim de "Homem Foguete", pelo que considera uma "tática suicida" de provocações contra Washington e o resto dos seus aliados na Ásia.

"Agora estou pensando muito sobre a resposta que ele poderia ter esperado quando ele se permitiu que palavras tão excêntricas tropeçassem da sua língua", disse Kim, em declarações reproduzidas pela Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA).

"Qualquer coisa que Trump possa ter esperado, ele enfrentará resultados além de suas expectativas. Eu vou, …

Ataque de caminhão-bomba em Cizre matou 118 policiais turcos, segundo curdos do PKK

O Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) disse neste sábado (26) que 118 policiais turcos foram mortos ontem (25) por um caminhão-bomba na cidade de Cizre, no sudeste do país.


Sputnik


A alegação foi feita por meio de um comunicado emitido pelo PKK. 


Polícia e bombeiros turcos após ataque do PKK em Cizre, sudeste da Turquia
© AFP 2016/ STR / DOGAN NEWS AGENCY


Ancara, por sua vez, declarou que 11 policiais foram mortos após o ataque terrorista na sexta-feira, e que 78 pessoas estariam feridas. 

"O combatente Mustafa Aslan realizou o ataque usando grande quantidade de explosivos… 60 veículos armados foram danificados… 118 policiais turcos morreram, 152 ficaram feridos", disse o PKK, acrescentando que o caminhão teve por alvo o distrito onde fica o quartel-general da polícia e do exército na cidade. 

Confrontos armados entre o PKK e as forças turcas ocorrem regularmente na província de Sirnak, no sudeste do país, especialmente desde julho de 2015, com o colapso de um cessar-fogo.


Postar um comentário