Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Morte made in Brazil: conflitos no Oriente Médio alavancam exportação de armamento do país

Uma missão árabe chegou ao Brasil interessada na compra de cargueiros KC-390 fabricados pela Embraer. A visita é resultado do esforço do Grupo Parlamentar Brasil-Arábia Saudita, criado no início deste mês, para aproximar os dois países no campo de defesa militar.
Sputnik

O KC-390 vai substituir os Hércules C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB), é o maior avião produzido na América e foi concebido como um jato militar de transporte, anunciado pela primeira vez na edição de 2007 da Latin America Aero & Defence (LAAD), no Rio de Janeiro. A produção do avião, com capacidade para 23 toneladas de carga, envolve parcerias com fornecedores de peças de Argentina, Portugal e República Tcheca. Com um custo unitário de US$ 85 milhões, o KC-390, em fase final de testes, tem recebido propostas de compra de vários países.



A compra do cargueiro, porém, é apenas um detalhe na exportação brasileira de armamentos não só para a Arábia Saudita, como também para vários países do Oriente Médio e do Norte d…

Ataque talibã a hotel em Cabul termina com um policial morto

Carro-bomba invadiu Northgate e provocou explosão.
Tiroteio deixou outros três jihadistas mortos.


France Presse


Os talibãs lançaram um carro-bomba contra um hotel para estrangeiros em Cabul, no Afeganistão, na madrugada desta segunda-feira (1º). Por sete horas, houve confronto dos terroristas com as forças de segurança. Um policial morreu e três ficaram feridos. 


Guarda de segurança afegão em imóvel danificado após ataque suicida em Cabul (Foto: Wakil Kossar / AFP Photo)
Guarda de segurança afegão em imóvel danificado após ataque suicida em Cabul (Foto: Wakil Kossar / AFP Photo)

Os três talibãs que executaram o ataque, incluindo o motorista do caminhão, morreram no atentado. Nenhum civil ficou ferido, segundo as forças de segurança, ao contrário do que anunciaram os insurgentes.

Na madrugada desta segunda, pouco depois de 1h30, a capital afegã acordou com o barulho de uma forte explosão, do momento em que os criminosos conseguiram invadir o hotel Northgate, protegido por grandes muros, com o carro-bomba.

Em seguida, houve um corte de energia elétrica de vários minutos. Os talibãs reivindicaram imediatamente a operação no hotel que já havia sido atacado em 2013.

O hotel fica na estrada de Bagram, perto do aeroporto militar e do aeroporto internacional de Cabul.

Em mensagem postada no Twitter, os talibãs anunciaram que o caminhão lançado contra o hotel pertencente aos "invasores americanos" abriu caminho para que combatentes entrassem na instalação com lança-granadas e armas.

As forças de segurança e a polícia estabeleceram um amplo perímetro de segurança ao redor do hotel. Durante a operação não divulgaram informações, ao contrário dos talibãs, que clamaram vitória nas redes sociais.

O porta-voz dos insurgentes, Zabihullah Mujahid, chegou a afirmar que os talibãs "mataram e feriram uma centena de invasores americanos".

As forças especiais aguardaram o amanhecer para atuar e mataram os dois talibãs que permaneciam entrincheirados.

O ataque foi o primeiro em Cabul desde a ação de 23 de julho, reivindicada pelo Estado Islâmico (EI), que deixou 80 mortos e 231 feridos. Os ataques suicidas tiveram como alvo uma manifestação da minoria xiita hazara e foi o mais grave na história da cidade.

O grupo extremista está presente em vários distritos da província de Nangarhar (leste), na fronteira com o Paquistão.



Postar um comentário