Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: presidente ucraniano mata sua indústria ao introduzir novas sanções contra Rússia

O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, assinou um decreto sobre as sanções contra a Rússia adotadas pelo Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia. O especialista Eduard Popov falou com a Sputnik e indicou qual o principal objetivo perseguido pelo governo ucraniano com tal iniciativa.
Sputnik

Em 2 de maio, o Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia ampliou as medidas restritivas em relação a diversas pessoas físicas e jurídicas russas, bem como prolongou a vigência das sanções introduzidas anteriormente.

Segundo informou a assessoria de imprensa da entidade, as sanções são aplicadas a pessoas "relacionadas com a agressão no ciberespaço e no campo informacional" contra a Ucrânia, "ações criminosas" contra os cidadãos ucranianos detidos na Rússia, bem como aos deputados da Duma de Estado e do Conselho da Federação da Rússia.

O diretor do Centro de Cooperação Pública e Informativa "Europa", Eduardo Popov, disse ao serviço russo da Rádio Sp…

EUA se recusam a comentar transferência de armas da Turquia para Romênia

O Departamento de Estado e o Pentágono se recusaram a comentar sobre a suposta transferência de munições nucleares da Turquia para a base da Romania de Deveselu.


Sputnik

O porta-voz do Petntágono, Adam Stump, disse que "de acordo com a política dos Estados Unidos, não pode confirmar ou negar a presença ou ausência de armas nucleares em qualquer lugar".


Avião dos EUA na base aérea em Incirlik, na Turquia
C-17 dos EUA na base militar de Incirlik © AP Photo/ Vadim Ghirda

Anteriormente, o jornal on-line belga EurActiv publicou, citando fontes, que os EUA começaram a deslocar munições nucleares da Turquia para a base Deveselu na Romênia, por conta da deterioração das relações entre Washington e Ancara.

Segundo dados não confirmados, na base aérea Incirlik, na Turquia, que fica a cerca de 100 quilômetros da fronteira com a Síria, estão implantadas cerca de 50 unidades de armas nucleares táticas dos EUA desde a Guerra Fria.

Durante o fracassado golpe militar na Turquia, autoridades prenderam o comandante da base por implicação na tentativa do golpe e proibiu voos de aviões norte-americanos da base em direção a Incirlik.

Segundo a fonte do EurActiv, após o golpe de estado as relações entre EUA e Turquia deterioraram de tal maneira que Washington não confia mais na Turquia para o depósito de armas nucleares.


Postar um comentário