Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialista: exército sírio deteve 300 militares franceses de diversas patentes

O presidente Vladimir Putin, em conversa com o presidente sírio Bashar Assad, em Sochi, declarou que, devido ao sucesso da luta antiterrorista das forças sírias e ao início do processo político, as tropas estrangeiras deveriam se retirar do território da Síria.
Sputnik

"A declaração de Vladimir Putin durante seu encontro com Bashar Assad, sobre a necessidade da retirada dos contingentes estrangeiros da Síria, arruína os sonhos dos agressores, que contam com a tentativa de realizar seus objetivos na região através de mercenários criminosos", disse à Sputnik Árabe Akram al Shalli, analista da Gestão Síria de Crise e Guerras Preventivas.

"Nas mãos do exército sírio há oficiais dos serviços de inteligência dos EUA, Grã-Bretanha, países árabes e Israel. Por exemplo, só o número de militares franceses de diversos escalões é de 300 pessoas. Notamos tentativas de exercer pressão sobre o governo sírio, inclusive para libertar os militares estrangeiros presos. Mas esses sonhos não p…

Exército sírio retoma controle total sobre Daraya após quatro anos de cerco

As forças do governo sírio retomaram neste sábado o controle sobre Daraya, nos arredores da capital Damasco, após milhares de rebeldes e civis terem sido evacuados da cidade, que há quatro anos estava sob um cerco do regime. A vitória foi relatada por uma fonte militar da Síria à AFP. 


Sputnik

"O exército sírio controla completamente Daraya e entrou em toda a cidade. Não há um único homem armado lá", disse a fonte a respeito dos insurgentes, falando sob condição de anonimato.

Daraya, um subúrbio de Damasco, durante combates entre o Exército Árabe sírio e terroristas
Daraya, Síria © Sputnik/ Mikhail Alaeddin

De acordo com a televisão estatal síria, “o arquivo Daraya está agora encerrado após a evacuação de todos os civis, homens armados e suas famílias no âmbito do acordo" alcançado na quinta-feira (27) entre o regime e os rebeldes. 


A emissora transmitiu imagens de veículos do exército sírio fazendo uma varredura das ruas da cidade, que foi uma das primeiras a se levantar contra o governo na guerra civil que já dura mais de cinco anos. 

"O segundo e último comboio de rebeldes e civis saíram de Daraya hoje", confirmou o chefe do Observatório Sírio de Direitos Humanos, Rami Abdel Rahman.



Postar um comentário