Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA criticam bombardeiros russos na Venezuela: "Nós mandamos navio-hospital"

O coronel Robert Manning, porta-voz do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, criticou com veemência nesta segunda-feira o envio de bombardeiros russos à Venezuela e citou o envio de navio-hospital à região como exemplo do compromisso de Washington com a região.
EFE

Washington - "O enfoque dos EUA sobre a região difere do enfoque da Rússia. No meio da tragédia, a Rússia envia bombardeiros à Venezuela e nós mandamos um navio-hospital", declarou Manning durante uma entrevista coletiva realizada hoje no Pentágono.


O militar se referia com estas palavras ao USNS Comfort, que partiu em meados de outubro rumo à América Central e à América do Sul para oferecer ajuda sanitária aos milhares de refugiados venezuelanos amparados por diversos países da região.

"Enquanto nós oferecemos ajuda humanitária, a Rússia envia bombardeiros", lamentou Manning em referência ao envio uma esquadrilha de aviões russos, incluindo dois bombardeiros estratégicos T-160, capazes de carregar bomb…

Juiz Sérgio Moro recebe medalha de condecoração do Exército

Medalha do Pacificador é a mais alta honraria do Exército


Elijonas Maia | Diário do Poder

O juiz Sérgio Moro, responsável pelas investigações da Operação Lava Jato em primeira instância, recebeu na manhã desta quinta-feira (25) a Medalha do Pacificador em solenidade do Dia do Ssoldado, realizada no Quartel General do Exército, em Brasília. 


Moro disse, na homenagem, que é uma honra receber o reconhecimento do Exército.

A honraria, recebida por Moro, é dada pelo Exército às pessoas que a instituição entende que prestou serviços relevantes ao país. Além de Moro, outras 300 pessoas foram condecoradas.

Moro disse, na homenagem, que é uma honra receber o reconhecimento do Exército. Na solenidade, o juiz foi atração entre o público e também entre outros homenageados, que cercaram o juiz para tirar fotos e parabenizá-lo pela Lava Jato.

Essa medalha é a mesma que, em outubro de 2015, foram retiradas dos mensaleiros José Genoino (PT), Roberto Jefferson (PTB) e Valdemar Costa Neto (PR), após os políticos serem condenados no Mensalão. O ato foi do general Vilas Boas, o atual comandante. 



Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas