Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin passa para Trump a responsabilidade de resolver conflito na Síria

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, passou a bola para que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, seja o responsável por resolver o conflito na Síria.
EFE

Helsinque - Em entrevista coletiva conjunta realizada nesta segunda-feira, em Helsinque, após a primeira cúpula entre os dois líderes, Putin também deu para Trump uma bola oficial da Copa do Mundo.

"No que se refere ao fato de a bola da Síria estar no nosso telhado, senhor presidente, o senhor acaba de dizer que organizamos com sucesso o Mundial de Futebol. Portanto, quero agora entregar esta bola. Agora, a bola está do seu lado", disse Putin.

O presidente russo fazia uma referência a uma frase do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, que havia afirmado que a bola para resolver o conflito na Síria estava no telhado do Kremlin.

Trump agradeceu pelo presente e disse estar confiante de que EUA, México e Canadá organizarão em 2026 uma Copa do Mundo tão bem-sucedida como a da Rússia.

Na sequência, o presidente americ…

O futuro chegou: Rússia adota armas laser

O vice-ministro de Defesa russo Yuri Borisov informou nesta terça-feira (2) que as Forças Armadas da Rússia adotaram alguns modelos de armas laser.


Sputnik

O anúncio foi feito durante um evento dedicado ao aniversário de 70 anos do Centro Federal Nuclear da Rússia, que faz parte do Instituto de Pesquisas Científicas de Física Experimental da Rússia. 


Small Tactical Optical Rifle Mounted (STORM) Micro-Laser Rangefinder
STORM © flickr.com/ Program Executive Office Soldier

Durante seu discurso, Borisov destacou que armas baseados em novos princípios físicos já deixaram
de ser meros elementos de ficção científica.

"Não é uma coisa exótica, nem experimental, são modelos funcionais – nós já adotamos [nas Forças Armadas] alguns modelos de armas laser" – disse Borisov.

As chamadas "armas baseadas em novos princípios físicos" usam processos ou fenômenos físicos até então nunca usados em armas convencionais, com as frias ou de fogo, ou em armas de destruição em massa, como químicas, nucleares ou bacteriológicas. O termo, no entanto, é relativo, porque na maioria dos casos esses novos armamentos usam princípios físicos já conhecidos, a novidade mesmo residindo apenas em seu uso bélico.

Dependendo do princípio físico empregado, as novas armas podem ser classificadas como armas laser, de radiofreqüência, cinéticas, etc.

Borisov já chegou a informar em outras ocasiões que as armas baseadas em novos princípios físicos definirão as Forças Armadas da Rússia no âmbito do novo programa estatal de armamento, previsto para ser completado até 2025.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas