Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

O futuro chegou: Rússia adota armas laser

O vice-ministro de Defesa russo Yuri Borisov informou nesta terça-feira (2) que as Forças Armadas da Rússia adotaram alguns modelos de armas laser.


Sputnik

O anúncio foi feito durante um evento dedicado ao aniversário de 70 anos do Centro Federal Nuclear da Rússia, que faz parte do Instituto de Pesquisas Científicas de Física Experimental da Rússia. 


Small Tactical Optical Rifle Mounted (STORM) Micro-Laser Rangefinder
STORM © flickr.com/ Program Executive Office Soldier

Durante seu discurso, Borisov destacou que armas baseados em novos princípios físicos já deixaram
de ser meros elementos de ficção científica.

"Não é uma coisa exótica, nem experimental, são modelos funcionais – nós já adotamos [nas Forças Armadas] alguns modelos de armas laser" – disse Borisov.

As chamadas "armas baseadas em novos princípios físicos" usam processos ou fenômenos físicos até então nunca usados em armas convencionais, com as frias ou de fogo, ou em armas de destruição em massa, como químicas, nucleares ou bacteriológicas. O termo, no entanto, é relativo, porque na maioria dos casos esses novos armamentos usam princípios físicos já conhecidos, a novidade mesmo residindo apenas em seu uso bélico.

Dependendo do princípio físico empregado, as novas armas podem ser classificadas como armas laser, de radiofreqüência, cinéticas, etc.

Borisov já chegou a informar em outras ocasiões que as armas baseadas em novos princípios físicos definirão as Forças Armadas da Rússia no âmbito do novo programa estatal de armamento, previsto para ser completado até 2025.


Postar um comentário