Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

O futuro chegou: Rússia adota armas laser

O vice-ministro de Defesa russo Yuri Borisov informou nesta terça-feira (2) que as Forças Armadas da Rússia adotaram alguns modelos de armas laser.


Sputnik

O anúncio foi feito durante um evento dedicado ao aniversário de 70 anos do Centro Federal Nuclear da Rússia, que faz parte do Instituto de Pesquisas Científicas de Física Experimental da Rússia. 


Small Tactical Optical Rifle Mounted (STORM) Micro-Laser Rangefinder
STORM © flickr.com/ Program Executive Office Soldier

Durante seu discurso, Borisov destacou que armas baseados em novos princípios físicos já deixaram
de ser meros elementos de ficção científica.

"Não é uma coisa exótica, nem experimental, são modelos funcionais – nós já adotamos [nas Forças Armadas] alguns modelos de armas laser" – disse Borisov.

As chamadas "armas baseadas em novos princípios físicos" usam processos ou fenômenos físicos até então nunca usados em armas convencionais, com as frias ou de fogo, ou em armas de destruição em massa, como químicas, nucleares ou bacteriológicas. O termo, no entanto, é relativo, porque na maioria dos casos esses novos armamentos usam princípios físicos já conhecidos, a novidade mesmo residindo apenas em seu uso bélico.

Dependendo do princípio físico empregado, as novas armas podem ser classificadas como armas laser, de radiofreqüência, cinéticas, etc.

Borisov já chegou a informar em outras ocasiões que as armas baseadas em novos princípios físicos definirão as Forças Armadas da Rússia no âmbito do novo programa estatal de armamento, previsto para ser completado até 2025.


Postar um comentário