Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Troféus de guerra: tecnologias militares desviadas nos últimos 20 anos

A espionagem na indústria militar é uma das formas mais eficazes de obter a tecnologia que não se possui. Na guerra invisível conduzida pelos serviços secretos todos os meios são usados.
Sputnik

A Sputnik conta sobre as tecnologias das quais, em vários momentos, os governos conseguiram se apropriar. 

Drone desaparecido

Em 4 de dezembro de 2011, o mais novo drone stealth norte-americano RQ-170 Sentinel desapareceu no oeste do Afeganistão. Segundo o Pentágono, alguém "cortou" o canal de comunicação entre o drone e o operador. Cinco dias depois, um veículo aéreo não tripulado com características de design semelhantes foi apresentado na televisão iraniana. Ainda não se sabe exatamente como o controle do drone foi interceptado. Especialistas acreditam que isso não poderia ter acontecido sem um moderno sistema de guerra eletrônica entregue ao Irã pela Rússia ou China. Não há informações oficiais sobre esse assunto.

O ex-presidente dos EUA, Barack Obama, apelou às autoridades da Repúbl…

Pentágono investiga: Daesh usa armas norte-americanas

Pentágono está estudando a origem das armas que tinham sido pegas por terroristas do Daesh a soldados norte-americanos no Afeganistão.


Sputnik

A agência Amaq, ligada ao grupo terrorista Daesh, publicou no sábado (6) uma série de fotos que mostram armas e equipamento que foram pegos de soldados norte-americanos no leste de Afeganistão. 




"Estamos trabalhando atualmente para determinar se os equipamentos mostrados nas fotos foram perdidos durante operações recentes ou em anteriores", anunciou Charles Cleveland, vice chefe do estado-maior da campanha norte-americana no Afeganistão citado pelo jornal The Washington Post.

Segundo a mídia, as fotos mostraram um lança-foguetes, um rádio, granadas e outros equipamentos que poderiam pertencer a soldados das forças especiais dos EUA. Também foi mostrado o cartão de identificação de um soldado do exército dos EUA, Ryan Larson.

"Há quase duas semanas que vários soldados das forças especiais dos EUA foram feridos durante combates com terroristas do Daesh no leste de Afeganistão. A mídia divulgou fotos de equipamento militar, incluindo armas e um rádio que, de acordo com os terroristas, pertenceram ao exército norte-americano que se encontra na região", diz o jornal.

Charles Cleveland observou que os feridos norte-americanos estão atualmente nas fileiras e não tinham sido capturados.

Hoje em dia, as forças norte-americanas no Afeganistão contam com 9,8 mil homens. Eles estão executando a missão de assistência às tropas do exército do Afeganistão e participando nas operações de combate contra os jihadistas do Daesh e da Al-Qaeda.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas