Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Poklonskaya: autoridades ucranianas são simplesmente terroristas

Os sabotadores detidos na Ucrânia disseram que não queriam atacar instalações indústrias, mas sim que queriam provocar uma série de pequenas explosões para assustar os turistas e destruir o setor turístico na região.


Sputnik

De acordo com a edição russa Kommersant, o Serviço de Segurança informou da prevenção de ataques terroristas preparados pela Direção Principal de Inteligência do Ministério da Defesa da Ucrânia. Durante a detenção foram mortos dois militares russos. Foi também divulgado que eles planejavam realizar uma explosão no percurso Simveropol-Yalta.


A procuradora da república da Crimeia, Natalia Poklonskaya
Procuradora-geral da Crimeia Natalia Poklonskaya © Sputnik/ Konstantin Mikhalchevsky

Segundo dados da edição, os sabotadores foram preparados na Ucrânia, a maioria dos detidos são cidadãos da Crimeia e têm passaportes russos cuja autenticidade não foi provada. Eles próprios disseram que realizaram os preparativos na Ucrânia.

Natalia Poklonskaya, procuradora-geral da península, comentou estas ações dizendo que as autoridades da Ucrânia mostraram que passaram dos princípios do estado democrático de direito para princípios criminosos.

"Atualmente, no território da península todas as forças da ordem e órgãos de segurança estão funcionando em modo intensivo e dirigidas a prevenir quaisquer provocações, porque as autoridades da Ucrânia mostraram do que elas são capazes e que, digamos, se tornaram em simples terroristas, passaram dos princípios do estado democrata de direito para princípios criminosos", disse Poklonskaya.

A procuradora sublinhou que neste momento as autoridades da Crimeia estão trabalhando a toda a velocidade para garantir a segurança dos habitantes da península e dos turistas.



Postar um comentário