Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Poklonskaya: autoridades ucranianas são simplesmente terroristas

Os sabotadores detidos na Ucrânia disseram que não queriam atacar instalações indústrias, mas sim que queriam provocar uma série de pequenas explosões para assustar os turistas e destruir o setor turístico na região.


Sputnik

De acordo com a edição russa Kommersant, o Serviço de Segurança informou da prevenção de ataques terroristas preparados pela Direção Principal de Inteligência do Ministério da Defesa da Ucrânia. Durante a detenção foram mortos dois militares russos. Foi também divulgado que eles planejavam realizar uma explosão no percurso Simveropol-Yalta.


A procuradora da república da Crimeia, Natalia Poklonskaya
Procuradora-geral da Crimeia Natalia Poklonskaya © Sputnik/ Konstantin Mikhalchevsky

Segundo dados da edição, os sabotadores foram preparados na Ucrânia, a maioria dos detidos são cidadãos da Crimeia e têm passaportes russos cuja autenticidade não foi provada. Eles próprios disseram que realizaram os preparativos na Ucrânia.

Natalia Poklonskaya, procuradora-geral da península, comentou estas ações dizendo que as autoridades da Ucrânia mostraram que passaram dos princípios do estado democrático de direito para princípios criminosos.

"Atualmente, no território da península todas as forças da ordem e órgãos de segurança estão funcionando em modo intensivo e dirigidas a prevenir quaisquer provocações, porque as autoridades da Ucrânia mostraram do que elas são capazes e que, digamos, se tornaram em simples terroristas, passaram dos princípios do estado democrata de direito para princípios criminosos", disse Poklonskaya.

A procuradora sublinhou que neste momento as autoridades da Crimeia estão trabalhando a toda a velocidade para garantir a segurança dos habitantes da península e dos turistas.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas