Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Força Aérea israelense anuncia estreia global do caça F-35 em combate

Israel foi o primeiro país ao qual os Estados Unidos autorizaram a venda do caça invisível
Juan Carlos Sanz | El País
Jerusalém - A Força Aérea de Israel revelou nesta terça-feira que foi a primeira a utilizar em combate o F-35, o ultramoderno caça furtivo indetectável para os radares inimigos. O chefe da aeronáutica israelense, general Amikam Nirkin, fez o comunicado aos comandantes das forças aéreas de vários países reunidos ao norte de Tel Aviv.

O general Nirkin mostrou a seus colegas – procedentes dos EUA, Itália, França, Índia e Brasil, entre outros países – a imagem de vários F-35 sobre Beirute, enquanto confirmava que esses aviões tinham participado de ataques em duas frentes.

“O esquadrão do F-35 está em operação e já sobrevoa todo o Oriente Médio”, afirmou o chefe da força aérea.

Nirkin reiterou que, há duas semanas, a Guarda Revolucionária iraniana disparou 32 foguetes contra as Colinas de Golã, planalto sírio ocupado por Israel desde 1967 e que, em resposta à agressão, a aviação…

Turquia cruza fronteira e faz operação militar contra Estado Islâmico na Síria

Ofensiva na cidade síria de Jarablos é chamada 'Escudo do Eufrates'.
Exército turco é apoiado por forças da coalizão internacional antijihadista.


Do G1, em São Paulo

Uma dezena de tanques turcos entraram em território sírio e começaram a atirar contra posições do grupo Estado Islâmico (EI) na localidade síria de Jarablos nesta quarta-feira (24). Damasco condenou a intervenção militar da Turquia e a considerou uma violação da soberania do país, segundo a agência France Presse.


Foto mostra cidade turca Karkamis mostra tanques de guerra e caminhões de combate posicionados a 2 km da fronteira com Jarabulus, na Síria, nesta quarta-feira (24) (Foto: Bulent Kilic/AFP)
Foto mostra cidade turca Karkamis mostra tanques de guerra e caminhões de combate posicionados a 2 km da fronteira com Jarabulus, na Síria, nesta quarta-feira (24) (Foto: Bulent Kilic/AFP)

O exército turco, apoiado por forças da coalizão internacional antijihadista, iniciou uma operação chamada "Escudo do Eufrates", com aviões de combate e forças especiais para expulsar o EI de Jarablos.

O objetivo da ofensiva é tornar a fronteira entre os dois países mais segura. A cidade Jarablos fica às margens do Rio Eufrates, a menos de 1 km da fronteira com a Turquia, segundo a CNN.

Segundo a CNN, há três dias a Turquia tem promovido ações contra alvos sírios em resposta a um ataque de morteiro que atingiu áreas residenciais em Karkamis, uma cidade no lado turco da fronteira.

O ministro do Interior turco, Efkan Ala, afirmou que as tropas atuam em conjunto com as equipes da coalização. “A Turquia não permitirá que organizações terroristas fiquem perto para ameaçar a Turquia”, afirmou, segundo a CNN.

A mídia turca informou que as tropas criarão uma zona segura para refugiados entre as cidades de Marea e Jarablus.

"Damasco condena o cruzamento da fronteira turco-síria por tanques e blindados turcos em direção à cidade de Jarablos, com cobertura aérea da coalizão liderada por Washington, e considera que se trata de uma violação flagrante de sua soberania", diz o comunicado oficial.



Postar um comentário