Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

Aviões da coalizão internacional destroem fábrica química do Daesh perto de Mossul

Os aviões de guerra da coalizão internacional liderada pelos EUA destruíram uma fábrica no Iraque usada pelo grupo terrorista Daesh (autodenominado Estado Islâmico) para produzir armas químicas, segundo anunciou o Pentágono nesta terça-feira (13). 


Sputnik

O centro de produção – um antigo complexo farmacêutico – provavelmente fabricava cloro ou gás mostarda, de acordo com o tenente-general Jeffrey Harrigian, chefe do Comando Central das Forças Aéreas dos EUA. 


Militantes do Estado Islâmico na cidade de Mossul no Iraque
Militantes do estado islâmico em Mossul © REUTERS/ Stringer


"Isso representa apenas mais um exemplo do flagrante desrespeito do Daesh pela lei e as normas internacionais", disse o oficial em videoconferência com repórteres no Pentágono.

O ataque ocorreu na segunda-feira (12) perto de Mossul e foi conduzido por caças e um bombardeiro pesado B-52.

As forças de segurança iraquianas, apoiadas pelo poder aéreo da coalizão, estão nas semanas finais de "modulação" das operações preparatórias para uma ofensiva para recapturar Mossul, cujo controle foi tomado pelos jihadistas em 2014.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas