Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Erdogan: exército sírio parou de avançar para Afrin

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, declarou que as tropas do governo sírio deixaram de avançar para a cidade de Afrin "após consultas", realizadas pelo líder turco nesta segunda-feira.
Sputnik

As tropas do governo sírio "foram realmente detidas ontem (segunda-feira)", afirmou Erdogan, segundo a agência de notícias Anadolu. Segundo o chefe de Estado, isso aconteceu "após consultas". No entanto, Erdogan não especificou à que consultas estaria se referindo.


Nesta segunda-feira, o líder turco discutiu a situação em Afrin durante conversa telefônica com seus homólogos russo e iraniano, Vladimir Putin e Hassan Rouhani.

Erdogan também afirmou que as milícias pró-governo que tentaram entrar em Afrin nesta terça-feira, e que foram repelidas pelas tropas turcas, o fizeram por iniciativa própria.

"A milícia síria decidiu entrar em Afrin por conta própria. Isso é inaceitável e não ficará sem resposta", alertou Erdogan.

Anteriormente, a imprensa infor…

Defesa russa começa a transmitir on-line situação em Aleppo

Objetivo é garantir cessar-fogo em território tomado do Jabhat al-Nusra.


Ígor Rôzin | Gazeta Russa

Nesta quinta-feira (15), o Ministério da Defesa da Rússia começou a transmitir on-line suas operações a partir de território tomado do grupo Jabhat al Nusra, em Aleppo, na Síria. 


Aleppo Syria
Civis checam estragos após bombardeios aéreos do governo sírio em Aleppo. Foto:Reuters

"[A transmissão é feita] com o objetivo de prover transparência na execução, por parte do regime, das ações bélicas", lê-se no site do Ministério da Defesa da Federação da Rússia.

As imagens transmitidas são registradas por meio de duas câmeras de vigilância nos bairros de El-Khalidia e Tel-Djobakja, além de um drone que acompanha a situação na porção oeste de Aleppo.

No momento em que esta reportagem estava sendo fechada, a transmissão mostrava militares russos equipados com armamento bélico. O som, porém, não era transmitido.

O general-major da Defesa russa, Ígor Konashenkov, disse à Gazeta Russa que a pasta vai aumentar a quantidade de câmeras transmitindo a situação síria no futuro.

Na semana passada, o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguêi Lavrov, e seu homólogo norte-americano, John Kerry, chegaram a um acordo sobre o plano multifásico para resolução da crise no país árabe. 


Postar um comentário