Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: presidente ucraniano mata sua indústria ao introduzir novas sanções contra Rússia

O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, assinou um decreto sobre as sanções contra a Rússia adotadas pelo Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia. O especialista Eduard Popov falou com a Sputnik e indicou qual o principal objetivo perseguido pelo governo ucraniano com tal iniciativa.
Sputnik

Em 2 de maio, o Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia ampliou as medidas restritivas em relação a diversas pessoas físicas e jurídicas russas, bem como prolongou a vigência das sanções introduzidas anteriormente.

Segundo informou a assessoria de imprensa da entidade, as sanções são aplicadas a pessoas "relacionadas com a agressão no ciberespaço e no campo informacional" contra a Ucrânia, "ações criminosas" contra os cidadãos ucranianos detidos na Rússia, bem como aos deputados da Duma de Estado e do Conselho da Federação da Rússia.

O diretor do Centro de Cooperação Pública e Informativa "Europa", Eduardo Popov, disse ao serviço russo da Rádio Sp…

Erdogan diz esperar que cessar-fogo na Síria seja permanente

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, expressou esperança nesta terça-feira (13) de que o cessar-fogo na Síria seja permanente, observando que, até agora, o acordo alcançado pela Rússia e pelos EUA nas conversações de Genebra está em grande parte sendo respeitado.


Sputnik

"Espero que o cessar-fogo seja permanente", disse Erdogan, citado pelo jornal Hurriyet Daily.


Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, ao lado do presidente russo Vladimir Putin, durante a sessão de fotos dos líderes da Cúpula do G20 na China
Recep Tayyp Erdogan e Vladimir Putin © Sputnik/ Sergey Guneev


O líder turco acrescentou que havia “problemas” em dois ou três vilarejos, e sugeriu que, se tudo correr bem e todas as partes se comprometerem com o acordo de cessar-fogo durante as primeiras 48 horas de vigência, há uma grande chance de que a trégua dure.

O cessar-fogo nacional na Síria foi intermediado pelos chefes diplomáticos da Rússia e dos EUA e entrou em vigor na segunda-feira (12). A trégua não inclui organizações terroristas como o Daesh (autodenominado Estado Islâmico) e a Jabhat Fatah al-Sham, anteriormente conhecida como Frente al-Nusra, ambas proibidas na Rússia.



Postar um comentário