Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que alguns países ocidentais não querem libertação de Idlib?

A libertação de Idlib marcará a vitória total das forças governamentais e o fracasso dos planos de países ocidentais de derrubar as autoridades legítimas sírias.
Sputnik

No entanto, segundo Pierre Le Corf, ativista francês que vive em Aleppo, a tarefa não será fácil. 


"Será muito difícil libertar Idlib, porque todas as forças da coalizão lideradas pelos EUA e governos [ocidentais] envolvidos na guerra até o momento se opõem à libertação da província", disse Le Corf à Sputnik França.

Ele comentou que assim que a província síria de Idlib for libertada, terá que "libertar as zonas ocupadas ilegalmente pelos EUA, França e até pela Itália no norte do país". Por esse motivo, nenhum desses países quer a libertação da província.

Le Corf salientou que a intenção de manter o status atual poderia levar a "um massacre da população civil de Idlib", referindo-se às múltiplas advertências dos militares sírios e russos sobre a possível encenação de ataques químicos com o prop…

EUA investigam uso de gás mostarda em ataque contra forças americanas no Iraque

Militares dos Estados Unidos estão conduzindo testes para descobrir se houve uso de gás mostarda em um ataque de foguete realizado pelo Daesh contra a base aérea de Qayyara, no Iraque, quase ferindo soldados americanos e iraquianos que estavam no local.


Sputnik

Falando em condição de anonimato nesta quarta-feira, um representante das Forças Armadas explicou que o primeiro dos testes realizados detectou a presença de gás mostarda no projétil, mas o segundo, não. 


Qayyara, Iraque, em 24 de agosto de 2016
Qayyara, Iraque © Sputnik/ Stringer

Segundo o militar, citado pela Reuters, nenhum dos especialistas que analisou os fragmentos demonstrou qualquer sintoma de exposição a esse agente químico.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas