Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha e Aeronáutica do Brasil auxiliam buscas a submarino argentino desaparecido, diz ministro

Segundo Raul Jungmann, três navios e um avião brasileiros já foram disponibilizados. Última vez que o submarino militar com 44 pessoas a bordo manteve contato com a base foi na quarta-feira (15).
Por G1, Brasília

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, publicou em seu perfil no Twitter neste sábado (18) que três navios da Marinha brasileira "já estão auxiliando" nas buscas a um submarino argentino que desapareceu com 44 tripulantes a bordo.

Ainda segundo o ministro, a Força Aérea Brasileira (FAB) disponibilizou um avião para também ajudar na procura pelo submarino e um segundo avião "será deslocado para apoiar as buscas do submarino argentino desaparecido" a partir deste domingo (19).

O submarino militar ARA San Juan manteve contato com a base pela última vez na manhã de quarta-feira (15), quando estava no sul do Mar Argentino, a 432 quilômetros da costa patagônica do país.

De acordo com a FAB, o primeiro avião disponibilizado pelo Brasil decolou, com 18 tripulantes, às 17…

Exército sírio assume controle de bairro rebelde de Aleppo

Farafira é uma área rebelde conquistada por rebeldes em 2012.

Bairros da cidade no norte da Síria são alvos de intensos bombardeios.


France Presse

O exército sírio assumiu nesta terça-feira (27) o controle do bairro Farafira, área rebelde próxima do centro de Aleppo, no norte do país, segundo relato de fonte militar feito à agência AFP. Especialistas trabalhavam para retirar as minas terrestres do bairro.


Os quase 250 mil habitantes dos bairros rebeldes de Aleppo não recebem ajuda externa há dois meses (Foto: Reuters)
Os quase 250 mil habitantes dos bairros rebeldes de Aleppo não recebem ajuda externa há dois meses (Foto: Reuters)

A fonte afirmou ainda que “vários terroristas” foram neutralizados durante a ação militar.


O regime utiliza o termo "terrorista" para designar todos os que pegaram em armas contra Damasco, sejam rebeldes ou extremistas.

O bairro de Farafira foi conquistado em 2012 pelos rebeldes, que na época haviam dominado metade da ex-capital econômica do país.

"Esta operação é parte das operações militares que foram anunciadas [na quinta-feira), que incluem um componente aéreo e outro terrestre com a utilização de artilharia", completou a fonte.

Desde o fim da trégua os bairros rebeldes de Aleppo são alvos de um intenso bombardeio da aviação do regime e da Rússia.

No início do mês, um cessar-fogo, organizado pelos Estados Unidos e pela Rússia, contribuiu para reduzir o número de mortes diárias no país. A iniciativa fracassou e desde sábado (17) o país vive uma intensificação da violência em várias regiões.

A Organização das Nações Unidas (ONU) afirmou no domingo (25) que pelo menos 139 pessoas morreram nos últimos dias devido aos ataques na parte leste de Aleppo.




Postar um comentário