Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Águas 'quentes' da Síria: fragata russa persegue submarino nuclear dos EUA

Durante sua última missão no mar Mediterrâneo em abril passado, a fragata Admiral Essen da Marinha russa conseguiu detectar e perseguir um submarino nuclear dos EUA perto da costa síria. Essa informação foi só agora tornada pública.
Sputnik

A fragata Admiral Essen, pertencente à Frota do Mar Negro, perseguiu o submarino estadunidense da classe Ohio durante mais de duas horas, comunica o jornal russo Izvestiya, citando o Estado-Maior da Marinha russa.

A tripulação do navio russo registrou os parâmetros principais do submarino para, em seguida, os adicionar ao retrato acústico do submersível.

A fragata havia partido para o mar Mediterrâneo em março e regressou à base de Sevastopol no fim de junho. Encontrava-se na zona costeira síria quando os EUA, o Reino Unido e a França atacaram a Síria com mísseis.

Além disso, no decurso da missão, a sua tripulação realizou uma série de manobras táticas. Em particular, treinou ataques contra alvos marítimos e aéreos, combate em grupo e isolado, bem como…

Lavrov: EUA são incapazes de separar terroristas da oposição na Síria

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, declarou hoje (23), em discurso na 71ª Assembleia Geral da ONU, que os EUA são incapazes de cumprir a tarefa de separar a oposição dos terroristas na Síria. 


Sputnik

"O Conselho de Segurança e o acordo russo-americano prevê um regime de separação dos lados que querem participar do regime de cessar-fogo. Suponho que esta exigência foi apresentada pela primeira vez em janeiro ou dezembro. O objetivo em questão foi reiteradamente ressaltado. infelizmente, a coalizão liderada pelos EUA, que demonstrou compromisso com essa separação, é incapaz de executar esta tarefa" – disse Lavrov. 


Members of jihadist group Al-Nusra Front
Membros da Frente al-Nusra © AFP 2016/ KARAM AL-MASRI


Ele acrescentou que a oposição síria não contribuiu em nada para o cumprimento da trégua anunciada em 12 de setembro na Síria.

O chefe da diplomacia russa destacou ainda que Moscou poderia preparar um mapa mostrando os deslocamentos das posições da Frente al-Nusra, a fim de evitar reclamações e mal-entendidos a cada vez que este grupo terrorista for atacado.

Nas suas palavras, a separação entre oposição e terroristas permitirá "um regime estável de cessar-fogo para todos, com exceção da Frente al-Nusra". 


A delimitação de terroristas da chamada "oposição moderada" síria consta nos termos do acordo assinado entre Rússia e EUA sobre a Síria.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas