Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil simula resgate de civis em área de conflito ou desastre natural (VÍDEO)

A Marinha do Brasil realizou entre os dias 6 e 14 de novembro a Operação Atlântico, na praia de Itaoca, no Espírito Santo. A simulação deste ano treinou os oficiais para casos em que houvesse resgate de civis em uma área de conflito armado ou que foram alvos de desastres naturais.
Sputnik

Era por volta de 5h40 do dia 10 de novembro, um sábado, ainda estava amanhecendo, quando o Almirante Paulo Martinho Zucaro, Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, olhou e disse para a reportagem da Sputnik Brasil: "É guerra".


A declaração foi dada para explicar os motivos de se realizar um treinamento deste porte mesmo em condições extremamente desfavoráveis. A chuva era forte, as ondas na beira da praia atingiam 1,5 metros e os ventos chegaram a 20 km/h. O nível de dificuldade preocupava o alto comando, mas não foi um problema para os fuzileiros e marinheiros.

Antes do amanhecer, sete Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf) chegaram à praia e deram início ao desembarque. Após eles chegarem foi…

Lavrov pede a Steinmeier para garantir controle da trégua em Donbass

O chanceler da Rússia, Sergei Lavrov, pediu ao atual presidente da OSCE, o ministro alemão das Relações Exteriores, Frank-Walter Steinmeier, que ajude a garantir o regime de trégua no leste da Ucrânia, na complicada região de Donbass.


Sputnik


"Em conversa telefônica realizada nesta terça-feira, Lavrov pediu a Steinmeier que use a ajuda da Missão Especial de Obervação da OSCE para garantir o controle do cessar-fogo unilateral por parte das repúblicas de Donetsk e Lugansk", informou a diplomacia russa em nota oficial. 


Tanques ucranianos na região de Donbass
Tanques ucranianos na região de Donbass © AP Photo/ Irina Gorbaseva

Mais cedo, observadores da OSCE anunciaram ter encontrado um sistema antiaéreo de mísseis e canhões ucraniano na linha de contanto entre as forças em conflito na região de Donetsk, o que consiste numa clara violação das regras de remoção de armamentos estabelecidas nos acordos de Minsk. 


Também nesta terça-feira, em reunião com chanceleres dos países bálticos, Steinmeier defendeu uma cooperação entre a OTAN e a Rússia para o controle da proliferação de armas, num contexto de aumento das atividades militares na Europa desde a eclosão da atual crise na Ucrânia.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas