Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Primeiro voo do Aero L-159T2

A Aero Vodochody realizou o primeiro voo do treinador a jato L-159T2 de dois lugares em 1º de agosto. O voo de 30 minutos foi conduzido pelos pilotos de testes da empresa Vladimír Kvarda e David Jahoda.
Poder Aéreo

A Força Aérea Tcheca encomendou três exemplares em 2016, que devem ser entregues até o final deste ano. As aeronaves L-159 são operadas pelas forças aéreas tcheca e iraquiana, pela empresa americana Draken International e, no passado, foram alugadas pela Força Aérea Húngara para treinamento de pilotos.

Estas novas aeronaves de assento duplo T2 têm uma fuselagem central e dianteira recém-construída e apresentam várias melhorias significativas, principalmente em equipamentos de cockpit e sistema de combustível, e são totalmente compatíveis com o NVG. Cada cockpit é equipado com duas telas multifuncionais e um assento de ejeção VS-20 atualizado. A aeronave também pode oferecer uma capacidade de reabastecimento sob pressão. O radar GRIFO, já em uso na versão de um único assento, a…

Okinawa perde a luta contra construção de base americana na ilha

Tribunal do Japão decidiu a favor do governo de Shinzo Abe na disputa com a prefeitura de Okinawa pela construção de uma base americana controversa contra qual se apresenta a população da ilha.


Sputnik


A corte declarou legal a permissão que haviam dado as anteriores autoridades da prefeitura para a transferência da base de Futenma da densamente povoada cidade de Ginowan para o norte da ilha, informa agência Kyodo. 


Japoneses protestam contra presença militar americana em Okinawa, 19 de junho
Japoneses protestam contra base militar americana © AFP 2016/ TORU YAMANAKA

O atual governador de Okinawa, Takeshi Onaga, eleito em 2014, revogou a permissão de obras dada pelo seu antecessor Hirokazu Nakaima. 


O governo central fracassou em suas tentativas de chegar a um consenso com as autoridades de Okinawa e levou o caso aos tribunais. 

Shinzo Abe insiste em que o Japão deve cumprir as obrigações assumidas perante Washington e ceder aos EUA um terreno em Okinawa para transferência da base, preservando a confiança entre os dois países. 

Onaga, por sua vez, afirma que o governo central "ignora a vontade da população de Okinawa". A prefeitura de Okinawa ocupa apenas 0,6% do território do país, mas nela se encontram 74% das instalações militares dos EUA. De acordo com dados da prefeitura de Okinawa, na ilha estão estacionados 25.800 militares americanos, além de 19.000 familiares e outros civis.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas