Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Rússia: EUA provocaram combates em Idlib para impedir o avanço sírio em Deir ez-Zor

Os militantes da Frente al-Nusta iniciaram uma ampla ofensiva contra as posições das tropas sírias ao norte e nordeste da cidade de Hama, na zona de desescalada de Idlib, informou o ministério da Defesa da Rússia nesta quarta-feira.
Sputnik

Segundo o ministério russo, a ofensiva terrorista foi uma manobra dos serviços de inteligência dos EUA para impedir o avanço das tropas sírias em Deir ez-Zor.


Os militantes da Frente al-Nusta iniciaram uma ampla ofensiva contra as posições das tropas sírias ao norte e nordeste da cidade de Hama, na zona de desescalada de Idlib.

"Apesar dos acordos assinados no dia 15 de setembro em Astana, os combatentes da Frente al-Nusra e seus aliados, que se negaram a cumprir as condições do regime de cessar-fogo, iniciaram uma ampla ofensiva contra as tropas governamentais, a partir das 8hs da manhã do dia 19 de setembro, ao norte e nordeste da cidade de Hama, na zona de desescalada de Idlib", informa o comunicado.

Durante o dia, os terroristas conseguira…

Palestinos aceitam plano russo de reunir Abbas e Netanyahu em Moscou

O líder palestino Mahmoud Abbas concordou com uma proposta da Rússia de se reunir em Moscou com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, segundo disse nesta segunda-feira (5) um diplomata palestino. 


Sputnik

"Informamos os russos hoje que o presidente Abbas aceitou a iniciativa (russa) de uma reunião entre Abbas e Netanyahu com o presidente Putin em Moscou", disse à AFP Abdel al-Hafeez Nofal, embaixador da Palestina em Moscou.


Ministério das Relações Exteriores da Rússia, em Moscou
Ministério das Relações Exteriores da Rússia © AP Photo/ Dmitry Lovetsky

"Mas é claro para nós que os israelenses querem evitar as exigências desta reunião", disse o diplomata, sem dar mais detalhes.

A proposta russa foi o foco de uma reunião nesta segunda-feira entre o primeiro-ministro de Israel e Mikhail Bogdanov, enviado presidencial russo para o Oriente Médio. 


Os dois "discutiu a proposta do presidente Putin para organizar um encontro entre o primeiro-ministro e o presidente Abbas em Moscou", disse o gabinete do primeiro-ministro em um comunicado. 

"O primeiro-ministro apresentou a posição israelense, a saber, de que ele está pronto para se reencontrar a qualquer momento com o presidente Abbas diretamente e sem condições prévias", acrescentou o comunicado. 

Bogdanov é esperado na terça-feira (6) em Ramallah, sede da Autoridade Palestina, para conversações com autoridades locais. 

O embaixador da Palestina em Moscou também disse à agência de notícias Interfax que Bogdanov se encontrou com Abbas na Jordânia há três semanas e que ele tinha "concordado em participar desta reunião".

Postar um comentário