Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Analista: entrega de dados de Israel sobre abate de Il-20 significa muito para Rússia

O comandante da Força Aérea Israelense, Amikam Norkin, forneceu ao Ministério da Defesa da Rússia dados sobre o incidente com o avião russo Il-20 na Síria. Israel demonstra que não pretende perder a cooperação estabelecida com a Rússia, disse o analista político Stanislav Tarasov durante uma entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik.
Sputnik

Além destas informações sobre o abate da aeronave, Israel também avisou sobre "as tentativas do Irã de fortalecer sua posição na Síria e entregar armas estratégicas ao Hezbollah". Os militares observaram que é necessário continuar coordenando as ações na Síria, ressaltando a importância de respeitar os interesses dos dois países.

O avião russo Il-20 foi abatido sobre o mar Mediterrâneo no dia 17 de setembro, a 35 quilômetros da costa síria, por um míssil do sistema antiaéreo S-200 da Síria, resultando na morte de 15 militares.

Ao mesmo tempo, quatro caças F-16 atacaram instalações sírias em Latakia. De acordo com o Ministério da Defesa da…

Putin não vê alternativa ao 'Formato da Normandia' para resolver crise ucraniana

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, declarou nesta segunda-feira (5) que não há alternativas ao formato do Quarteto da Normandia para resolver a situação na Ucrânia. Segundo ele, tais encontros devem melhorar situação, mas não podem se reduzir a conversas.


Sputnik


"Nós vamos nos reunir no formato trilateral (Rússia, França e Alemanha), bem como em formatos bilaterais", disse Putin após a reunião do G20. 


Quarteto da Normandia: Vladimir Putin, Angela Merkel, Francois Hollande, e Pyotr Poroshenko.
Quarteto da Normandia © AP Photo/ Alexander Zemlianichenko

"Quanto ao formato da Normandia, se é bom ou mau, por enquanto não há outra opção buscar chegar a uma resolução", disse Putin na entrevista coletiva. "É por isso que, é claro, a Rússia vai apoiar este formato", acrescentou. 


"O que podemos fazer, acho que vamos ter de falar (com o presidente ucraniano Pyotr Poroshenko)", observou. 

Ele ainda destacou que "não faz sentido apenas afirmar que a reunião foi realizada". "Eu tenho a impressão de que ninguém quer se reunir somente por se reunir, talvez com a exceção de Poroshenko, eu não sei", concluiu.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas