Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército Sírio é atacado a partir de área ocupada por EUA e FDS

Tropas do Exército Árabe Sírio que participam de uma ofensiva contra terroristas em Deir ez-Zor foram alvo de ataques lançados a partir de uma área dominada por militantes das Forças Democráticas da Síria (FDS) e unidades especiais das Forças Armadas americanas, conforme revelou o Ministério da Defesa da Rússia nesta terça-feira.
Sputnik

"No último dia, grupos de assalto das tropas governamentais sírias, com apoio da Força Aeroespacial russa, cruzaram o Eufrates e continuaram a expandir a cabeça de ponte capturada a leste de Deir ez-Zor, apesar da dura resistência dos militantes do Daesh", afirmou o porta-voz da Defesa russa, major-general Igor Konashenkov, destacando o avanço das forças de Damasco. 


Segundo o militar, as tropas leais ao presidente Bashar Assad conseguiram liberar uma área de 60 quilômetros quadrados na zona oriental, mas encontraram obstáculos.

"De acordo com relatos de comandantes sírios na linha de frente, o Exército Sírio sofre contra-ataques mais seve…

Rebeldes sírios se juntam à Frente al-Nusra para ofensiva

De acordo com o Estado-Maior general da Rússia, os rebeldes sírios se juntaram à Frente al-Nusra para ofensiva. 


Sputnik

A declaração foi feita nesta segunda-feira (19), um dia e meio depois do ataque da coalizão liderada pelos EUA contra o exército sírio, quando este estava combatendo o grupo terrorista Daesh. Como resultado do ataque, as forças terroristas tiveram acesso a uma posição estratégica. 


Um bairro de Damasco ocupado pela Frente al-Nusra
Damasco, capital da Síria © Sputnik/ Ilya Pitalev


Se aquele caso já indicava que a parte americana podia estar deixando de cumprir as condições da trégua acordada com a Rússia, o caso de hoje já significa que as únicas partes que cumprem o cessar-fogo são as forças da Rússia e da Síria, disse o tenente-general Vladimir Savchenko. 

Ele precisou que nem os Estados Unidos, nem os rebeldes "moderados" por eles controlados não cumpriram "uma só obrigação correspondente ao acordo russo-americano".

Citando informações do Centro de Reconciliação russo, ele disse que a oposição militarizada "usou o cessar-fogo para se reagrupar, conseguir mais munições e se preparar para uma ofensiva com o objetivo de capturar mais territórios quando as tropas sírias tenham abandonado as operações militares".

Savchenko precisou que nem a aviação russa, nem a síria realizaram ataque aéreos na semana passada.



Postar um comentário