Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Moscou revela fotos de material bélico dos EUA nas posições do Daesh

O Ministério da Defesa da Rússia publicou na sua conta no Facebook fotos aéreas de posições do Daesh (organização proibida na Rússia), perto da cidade de Deir ez-Zor, nas quais se vê material bélico dos EUA.
Sputnik

"Graças às fotografias aéreas captadas entre 8 e 12 de setembro de 2017, perto das posições do Daesh foi detectado um grande número de veículos blindados norte-americanos Hummer que estão em serviço das forças especiais dos EUA", informou o ministério.


Segundo o ministério, nas fotos é claramente visível o posicionamento das forças especiais dos EUA em pontos de apoio que anteriormente foram equipados pelos terroristas. Nas fotos não há nenhuns vestígios de ataques, bem como de confrontos com os terroristas ou crateras provocadas por ataques aéreos realizados pela coalizão internacional liderada pelos EUA.

"Embora os pontos de apoio dos destacamentos das Forças Armadas dos EUA estejam nas zonas das atuais posições do Daesh, não existem quaisquer vestígios de pre…

Recusa de cumprir o cessar-fogo na Síria desafia esforços da Rússia e EUA

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia acha que a recusa de 21 grupos de oposição na Síria de cumprir o cessar-fogo representa um desafio aos esforços da Rússia e dos EUA de solucionar a crise síria, diz comunicado no site do Ministério. 


Sputnik

"Consideramos isso um desafio inaceitável aos esforços russo-americanos que visam fortalecer o regime do cessar-fogo, contribuir para solução de questões humanitárias e criar condições para início de processo abrangente de paz", diz o comunicado. 


Insurgentes da Frente Nusra durante uma operação
Militantes da Frente al-Nusra © AFP 2016/ AMC / Fadi al-Halabi


A Chancelaria russa informa que, segundo a mídia, os chefes de 21 grupos armados da oposição na Síria, incluindo Ahrar al-Sham, recusaram obedecer as regras do cessar-fogo que entrou em vigor em 12 de setembro, essas unidades pretendem continuar a luta armada contra o governo sírio "até o último disparo".

Na segunda-feira (12), entrou em vigor um pacote de entendimentos russo-americanos alcançados durante uma série de consultas. A trégua deve continuar por 48 horas, e depois, durante mais cinco dias. Após isso, o Centro Executivo Conjunto passará para as atividades práticas, no âmbito das quais os militares russos e americanos vão coordenar ataques contra alvos dos grupos terroristas Frente al-Nusra (Frente Fatah al-Sham) e o Daesh (proibidos na Rússia e em vários outros países) e outros terroristas em determinadas regiões, onde ações da aviação síria serão suspensas. Assim, será possível separar os terroristas dos grupos armados de oposição aliados ao regime de cessar-fogo.



Postar um comentário