Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Kim Jong-un: Após 'declaração de guerra feroz', Trump e os EUA pagarão caro

Em um raro pronunciamento, o líder norte-coreano Kim Jong-un disse nesta sexta-feira (horário local) que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu povo "pagarão caro"pelas “palavras excêntricas” que pregaram a destruição da Coreia do Norte.
Sputnik

Em seu discurso na Assembleia Geral da ONU, Trump afirmou que os EUA estão prontos para a "destruição total" da Coreia do Norte, caso isso se faça necessário.


Além disso, o presidente estadunidense chamou Kim de "Homem Foguete", pelo que considera uma "tática suicida" de provocações contra Washington e o resto dos seus aliados na Ásia.

"Agora estou pensando muito sobre a resposta que ele poderia ter esperado quando ele se permitiu que palavras tão excêntricas tropeçassem da sua língua", disse Kim, em declarações reproduzidas pela Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA).

"Qualquer coisa que Trump possa ter esperado, ele enfrentará resultados além de suas expectativas. Eu vou, …

Síria será palco de testes para mísseis russos

Defesa poderá empregar porta-aviões Admiral Kuznetsov e testar novos mísseis X-38 e sistemas SVP-24 para munições não guiadas.


Nikolai Litôvkin | Gazeta Russa

Em novembro de 2016, o principal componente da frota russa, o porta-aviões Almirante Kuznetsov viajará ao litoral sírio no Mediterrâneo com aviões Su-33 e MiG-29K / KUB e helicópteros Ka-52K Katran a bordo.

Segundo uma fonte da Gazeta Russa no complexo militar que não quis ser identificada, os aviões e helicópteros testarão os novos mísseis X-38 em condições de combate. 


Fonte afirma que novos X-38 entrarão em ação no combate ainda neste ano. / Allocer/wikipedia.org (CC BY-SA)
Fonte afirma que novos X-38 entrarão em ação no combate ainda neste ano. / Allocer/wikipedia.org (CC BY-SA)

"Reforçamos nosso grupo de aviação na região e fornecemos novos meios de destruição. Os caças MiG-29K vão usar os novos mísseis X-38 para eliminar terroristas", diz a fonte.

De acordo com ela, o Ministério da Defesa Russo enviará ao Mediterrâneo sírio cerca de 15 aviões Su-33 e MiG-29K / KUB e dez helicópteros Ka52K Katran.

Novos sistemas de ajuste de artilharia

Já os caças Su-33 receberiam os novos sistemas de mira de alta precisão SVP-24 para mísseis não guiados.

O sistema permite aumentar a precisão dos ataques aéreos, evitando atingir acidentalmente civis.

O sistema ajusta a trajetória de voo usando parâmetros de posição do caça.

Como resultado, o nível de desvio do alvo é inferior a dois metros.

MiG-29K / KUB e Su-33

Os MiG-29K localizados no porta-aviões Kuznetsov são os caças da geração 4 ++ mais modernos, de acordo com o editor-chefe da revista especializada Vzlyot, Andrêi Fomin.

"Apesar de sua semelhança com a versão terrestre do MiG-29, o MiG-29K é uma aeronave completamente diferente. Tem tecnologias furtivas modernas, um novo sistema de reabastecimento em voo e asas dobráveis que permitem realizar decolagens e pousos a velocidades baixas”, diz Fomin.

O MiG-29K é um avião de múltiplas funções, projetado para executar tarefas de defesa aérea das forças navais, bem como para destruir alvos de superfície e subterrâneos com armas de alta precisão, independentemente das condições meteorológicas.

Já o Su-33 é uma aeronave projetada para garantir a superioridade aérea, ou seja, com o objetivo de combate e interceptação.

Durante a campanha militar na Síria, os Su-33 com novos sistemas de ajuste de fogo utilizarão ainda bombas de gravidade.

Ka-52K Katran

Os helicópteros Katran foram desenvolvidos especialmente para os navios de assalto anfíbio tipo Mistral, que a Rússia encomendou da França em 2011.

Depois de cancelado o contrato pelos franceses devido à crise ucraniana, o Cairo, que adquiriu os porta-aviões, comprou também da Rússia 50 modelos de Katran.

Os helicópteros restantes passaram a equipar o porta-aviões Almirante Kuznetsov.

Os Ka-52 Katran são equipados com mísseis ar-ar R73 e Igla-B, além de mísseis não guiados ar-terra. 



Postar um comentário