Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: presidente ucraniano mata sua indústria ao introduzir novas sanções contra Rússia

O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, assinou um decreto sobre as sanções contra a Rússia adotadas pelo Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia. O especialista Eduard Popov falou com a Sputnik e indicou qual o principal objetivo perseguido pelo governo ucraniano com tal iniciativa.
Sputnik

Em 2 de maio, o Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia ampliou as medidas restritivas em relação a diversas pessoas físicas e jurídicas russas, bem como prolongou a vigência das sanções introduzidas anteriormente.

Segundo informou a assessoria de imprensa da entidade, as sanções são aplicadas a pessoas "relacionadas com a agressão no ciberespaço e no campo informacional" contra a Ucrânia, "ações criminosas" contra os cidadãos ucranianos detidos na Rússia, bem como aos deputados da Duma de Estado e do Conselho da Federação da Rússia.

O diretor do Centro de Cooperação Pública e Informativa "Europa", Eduardo Popov, disse ao serviço russo da Rádio Sp…

Afeganistão quer contratar mais 4 A-29 Super Tucano

Indústria de Defesa & Segurança com Jane’s

A Força Aérea Afegã (AAF) quer contratar mais quatro A-29 Super Tucano, aeronaves de ataque da Embraer, para adicionar às 20 já contratadas da Força Aérea dos EUA (USAF). A notícia foi divulgada na última sexta-feira, 7 de outubro. As aeronaves adicionais serão entregues a AAF dentro de 18 a 20 meses da assinatura do contrato. A AAF está atualmente no processo de recepção de 20 A-29 já sob contrato. 


A AAF está atualmente no processo de recepção de 20 A-29 já sob contrato. (Foto: Divulgação)
A AAF está atualmente no processo de recepção de 20 A-29 já sob contrato. (Foto: Divulgação)

Alimentado por um único motor turboélice, o Super Tucano possui duas metralhadoras de 12,7 mm nas asas, e pode ser configurado com armamento adicional tais como canhão de 20 milímetros, metralhadoras 12.7 mm adicionais, foguetes, munições guiadas com precisão, e / ou bombas de até 1.500 kg. Ele tem uma resistência de sete horas, e pode operar a partir de campos de ar semipreparados.

Os A-29 afegãos são empregados em voos de treinamento, vigilância, interdição aérea e apoio aéreo aproximado. Eles apoiam as operações de contra-insurgência a partir do aeroporto militar perto do Aeroporto Internacional Hamid Karzai em Cabul. A aeronave tem sido tão bem sucedida, que a Força Aérea dos EUA não descartou a possibilidade de tê-la como uma opção para sua aeronave de ataque leve e de reconhecimento armado OA-X.


Postar um comentário