Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Kim Jong-un: Após 'declaração de guerra feroz', Trump e os EUA pagarão caro

Em um raro pronunciamento, o líder norte-coreano Kim Jong-un disse nesta sexta-feira (horário local) que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu povo "pagarão caro"pelas “palavras excêntricas” que pregaram a destruição da Coreia do Norte.
Sputnik

Em seu discurso na Assembleia Geral da ONU, Trump afirmou que os EUA estão prontos para a "destruição total" da Coreia do Norte, caso isso se faça necessário.


Além disso, o presidente estadunidense chamou Kim de "Homem Foguete", pelo que considera uma "tática suicida" de provocações contra Washington e o resto dos seus aliados na Ásia.

"Agora estou pensando muito sobre a resposta que ele poderia ter esperado quando ele se permitiu que palavras tão excêntricas tropeçassem da sua língua", disse Kim, em declarações reproduzidas pela Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA).

"Qualquer coisa que Trump possa ter esperado, ele enfrentará resultados além de suas expectativas. Eu vou, …

Aleppo: Mogherini reclama de pausa humanitária russa

A Alta Representante da UE para Política Externa e Segurança, Federica Mogherini, elogiou a proposta russa de uma pausa humanitária para Aleppo, descrevendo a medida como um "passo positivo", mas se queixou do fato de a mesma só ter duração de oito horas.


Sputnik


Mais cedo, o chefe de Operações do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia, tenente-general Sergei Rudskoi, disse que uma pausa nos enfrentamentos em Aleppo, com duração de oito horas, foi marcada para a próxima quinta-feira, 20, para permitir o acesso livre dos civis, a retirada dos feridos e dos combatentes rebeldes. Segundo Mogherini, a iniciativa é boa, mas é preciso ver se será efetiva. 


Federica Mogherini, Alta Representante da UE para Política Externa e Segurança
Federica Mogherini © AFP 2016/ JOHN THYS

"Pode ser um começo. Há discussões acontecendo sobre se as oito horas seriam suficientes para os comboios entregarem ajuda ao leste de Aleppo ou não. Com certeza, é um passo positivo. Mas, segundo a última avaliação que recebemos das agências da ONU, são necessárias 12 horas (para a entrega de ajuda humanitária). Então, acredito que haverá um pouco de trabalho para encontrar um terreno comum", declarou a chefe da diplomacia europeia em coletiva de imprensa.



Postar um comentário