Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Kim Jong-un: Após 'declaração de guerra feroz', Trump e os EUA pagarão caro

Em um raro pronunciamento, o líder norte-coreano Kim Jong-un disse nesta sexta-feira (horário local) que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu povo "pagarão caro"pelas “palavras excêntricas” que pregaram a destruição da Coreia do Norte.
Sputnik

Em seu discurso na Assembleia Geral da ONU, Trump afirmou que os EUA estão prontos para a "destruição total" da Coreia do Norte, caso isso se faça necessário.


Além disso, o presidente estadunidense chamou Kim de "Homem Foguete", pelo que considera uma "tática suicida" de provocações contra Washington e o resto dos seus aliados na Ásia.

"Agora estou pensando muito sobre a resposta que ele poderia ter esperado quando ele se permitiu que palavras tão excêntricas tropeçassem da sua língua", disse Kim, em declarações reproduzidas pela Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA).

"Qualquer coisa que Trump possa ter esperado, ele enfrentará resultados além de suas expectativas. Eu vou, …

BAE Systems vai modernizar obuseiros para o Exército Brasileiro

Forças Terrestres

O Jane’s noticiou que a BAE Systems obteve um contrato de US$ 54 milhões para fornecer 32 obuseiros autopropulsados M109A5 de 155 mm atualizados para o padrão BR ao Exército Brasileiro. 


OLYMPUS DIGITAL CAMERA

“A produção está prevista para começar em outubro com as entregas de veículos a partir de 2018,” disse a BAE Systems. “Entregas finais e o início do treinamento e suporte no Brasil estão previstas para ocorrer até o final de 2018.”

O trabalho vai atualizar 32 M109A5 do Exército dos EUA para a configuração M109A5+ BR para o Brasil. Os obuseiros vão equipar os 6° e 5° Grupos de Artilharia de Campanha Autopropulsados de Santa Maria e Curitiba.

Os veículos são parte de uma frota de 40 M109A5s ex-US Army anteriormente concedidos pelos EUA através do processo de “excess defence articles” (EDAs).

A atualização inclui a integração de um rádio Harris Falcon III, radar de velocidade de boca, unidade de navegação inercial, GPS, computador de tiro, diretor de fogo, bloqueio remoto de viagem, e um sistema de comando e controle de artilharia automatizado localmente designado como SISDAC (Sistema digitalizado de Artilharia de Campanha) que acredita-se ser o Advanced Field Artillery Tactical Data System (AFATDS) da Raytheon.

Dois veículos não-modernizados devem ser convertidos em treinadores pelo Exército Brasileiro, e o restante vai servir para instrução das tripulações e, como peças de reposição.


Postar um comentário