Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Radicais sírios estariam recebendo armamento dos EUA através da fronteira com Jordânia

Enquanto o exército sírio parece estar pronto para uma grande ofensiva na província de Daraa, os grupos radicais que operam na região estariam recebendo grandes remessas de material bélico "Made in USA".
Sputnik

Os grupos militantes que atuam no sul da Síria receberam uma grande quantidade de armas e munições fabricadas nos EUA, incluindo mísseis antitanque TOW, informou a agência de notícias FARS.

De acordo com a FARS, o armamento foi entregue através da fronteira com a Jordânia no âmbito de um novo plano dos EUA para assegurar mais apoio a estes grupos na Síria.

A agência informou também que os grupos militantes na província de Daraa começaram a se preparar para impedir a ofensiva do exército sírio.

No início deste mês, o exército sírio intensificou as ações no sudoeste do país, controlado por radicais, perto da fronteira com a Jordânia e as Colinas de Golã, ocupadas por Israel.

O Ministério da Defesa da Rússia acrescentou que as forças do governo sírio, apoiadas por um grande a…

BAE Systems vai modernizar obuseiros para o Exército Brasileiro

Forças Terrestres

O Jane’s noticiou que a BAE Systems obteve um contrato de US$ 54 milhões para fornecer 32 obuseiros autopropulsados M109A5 de 155 mm atualizados para o padrão BR ao Exército Brasileiro. 


OLYMPUS DIGITAL CAMERA

“A produção está prevista para começar em outubro com as entregas de veículos a partir de 2018,” disse a BAE Systems. “Entregas finais e o início do treinamento e suporte no Brasil estão previstas para ocorrer até o final de 2018.”

O trabalho vai atualizar 32 M109A5 do Exército dos EUA para a configuração M109A5+ BR para o Brasil. Os obuseiros vão equipar os 6° e 5° Grupos de Artilharia de Campanha Autopropulsados de Santa Maria e Curitiba.

Os veículos são parte de uma frota de 40 M109A5s ex-US Army anteriormente concedidos pelos EUA através do processo de “excess defence articles” (EDAs).

A atualização inclui a integração de um rádio Harris Falcon III, radar de velocidade de boca, unidade de navegação inercial, GPS, computador de tiro, diretor de fogo, bloqueio remoto de viagem, e um sistema de comando e controle de artilharia automatizado localmente designado como SISDAC (Sistema digitalizado de Artilharia de Campanha) que acredita-se ser o Advanced Field Artillery Tactical Data System (AFATDS) da Raytheon.

Dois veículos não-modernizados devem ser convertidos em treinadores pelo Exército Brasileiro, e o restante vai servir para instrução das tripulações e, como peças de reposição.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas