Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Radicais sírios estariam recebendo armamento dos EUA através da fronteira com Jordânia

Enquanto o exército sírio parece estar pronto para uma grande ofensiva na província de Daraa, os grupos radicais que operam na região estariam recebendo grandes remessas de material bélico "Made in USA".
Sputnik

Os grupos militantes que atuam no sul da Síria receberam uma grande quantidade de armas e munições fabricadas nos EUA, incluindo mísseis antitanque TOW, informou a agência de notícias FARS.

De acordo com a FARS, o armamento foi entregue através da fronteira com a Jordânia no âmbito de um novo plano dos EUA para assegurar mais apoio a estes grupos na Síria.

A agência informou também que os grupos militantes na província de Daraa começaram a se preparar para impedir a ofensiva do exército sírio.

No início deste mês, o exército sírio intensificou as ações no sudoeste do país, controlado por radicais, perto da fronteira com a Jordânia e as Colinas de Golã, ocupadas por Israel.

O Ministério da Defesa da Rússia acrescentou que as forças do governo sírio, apoiadas por um grande a…

Batalhão dos EUA na Polônia será instalado perto da fronteira com a Rússia

O batalhão de soldados americanos que chegará à Polônia em breve, permanecerá em uma base militar perto da cidade de Orzysz, que está a menos de 60 km da fronteira com a Rússia.


Sputnik


A cidade, localizada exatamente a 58 km da fronteira com a região de Kaliningrado, alojará as tropas americanas, afirmou em programa de rádio o chefe de filial do Estado-maior polonês em Olsztyn, Andrzej Szczolek. 


Soldados americanos perto de um sistema antimísseis Patriot em Sochaczew, perto de Varsóvia, Polônia
Tropas norte-americanas com um sistema Patriot na Polônia © REUTERS/ Franciszek Mazur/Agencja Gazeta
"Não precisamente na cidade de Orzysz, mas na base militar de Orzysz", especificou, comentando os dados da mídia recentemente divulgados.

O alto militar destacou também que, em 2018, no território polonês de Voivodia da Vármia-Masúria, que faz fronteira com a Rússia, está prevista a instalação das primeiras brigadas da defesa territorial, que atualmente o Ministério da Defesa do país classifica como prioridade.

"Os batalhões deverão ser equipados com carabinas Beryl, morteiros portáteis, lança-granadas antitanques, motocicletas, quadriciclos", contou.

Vale lembrar que no âmbito da cúpula da OTAN, em Varsóvia, o secretário-geral, Jens Stoltenberg, anunciou que a Aliança Militar pretende fortalecer o flanco oriental na Polônia e nos países bálticos com quatro batalhões adicionais em 2017. Em resposta, a Rússia anunciou a criação de três novas divisões, com 10 mil soldados cada, que serão deslocadas ao longo da fronteira oeste da Rússia.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas