Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares norte-americanos acreditam que EUA entrarão em guerra

Quase metade do Exército dos EUA está confiante de que durante o ano de 2019 seu país estará envolvido em um grave conflito armado, de acordo com o Military Times.
Sputnik

Segundo uma pesquisa recente, 46% dos participantes não duvidam que o confronto militar ocorrerá no próximo ano.


A título de comparação, em 2017, apenas 5% dos militares dos EUA esperavam um conflito armado, enquanto 50% descartaram um cenário de guerra e 4% não responderam.

Quanto aos inimigos mais prováveis, os soldados dos EUA mencionaram principalmente a Rússia e a China. Respectivamente, 72% e 69% dos entrevistados escolheram esses dois países.

Além disso, cerca de 57% estão preocupados com a presença de extremistas islâmicos nos Estados Unidos. Em particular, 48% destacaram uma possível ameaça por parte dos grupos terroristas Daesh e Al Qaeda (proibidos na Rússia e em outros países).

Caças britânicos vigiam navios de guerra russos no canal da Mancha

Aviões de combate britânicos Tornado acompanharam a flotilha de oito navios russos no momento em que esta cruzava o canal da Mancha, informa o jornal The Times. 


Sputnik

As aeronaves da Força Aérea Real Britânica sobrevoaram a baixa altitude o grupo naval, pertencente à Frota do Norte russa, para demonstrar sua presença na área. 


Caça Tornado da Força Aérea britânica
Panavia Tornado da RAF © REUTERS/ Russell Cheyne


Além disso, os pilotos britânicos tomaram várias fotografias assim como gravaram um vídeo para "examinar o que há nos navios", segundo informaram fontes do Ministério da Defesa do Reino Unido à edição The Times.
 

O objetivo da campanha da Frota do Norte no Mar Mediterrâneo será a reação a ações de pirataria e terrorismo e a garantia da segurança de navegação da Federação da Rússia na região. O grupo naval é composto pelo porta-aviões Admiral Kuznetsov, o cruzador pesado Pyotr Veliky, os navios antissubmarino Severomorsk e Vitse-Admiral Kulakov e navios de abastecimento.

A campanha da Frota do Norte russa causou preocupações do Ocidente. A OTAN acredita que Moscou deslocou toda a sua Frota do Norte para a Síria, enquanto vários tabloides britânicos publicam matérias alarmistas.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas