Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Rússia testará novo avião de transporte militar até o final do ano

Il-112V deverá substituir modelos soviéticos An-24 e An-26, considerados obsoletos.
Nikolai Litôvkin | Russia Beyond

A nova aeronave de transporte militar Il-112V completou os testes de fábrica e está sendo preparada para o primeiro voo, que está previsto para o final de 2018.


Caso os testes sejam bem sucedidos, o Il-112V substituirá nas Forças Armadas russas os modelos An-24 e An-26, desenvolvidos no início dos anos 1960.

O Ilyushin Il-112 é um avião de transporte militar leve de asa alta que está sendo desenvolvido pela Ilyushin Aviation Complex para transporte de cargas militares, equipamentos e pessoal.

Sua capacidade de carga máxima "útil" a bordo será de até cinco toneladas.

Os projetistas pretendem desenvolver duas versões do avião: uma com hangares estendidos para o transporte de equipamentos militares, carga e soldados; e outra, civil, para o transporte de passageiros e carga leve.

O Il-112V é um monoplano com configuração aerodinâmica tradicional e dois poderosos motores…

Cai a primeira linha de defesa dos terroristas em Mossul

No primeiro dia da operação de libertação de Mossul, cidade ocupada há dois anos pelos terroristas do Daesh, o exército iraquiano já apresenta os primeiros êxitos. 


Sputnik

De acordo com o chefe da Aliança Civil Democrática do Iraque, Mithal al-Aulasi, que falou com a Sputnik Árabe, todos os lados aliados mantêm coordenação mútua estrita de todas as suas ações, sem ultrapassar os limites das tarefas concretas. 


Peshmerga (unidades armadas dos curdos iraquianos) se aproxima a Mossul do leste, em 17 de outubro de 2016
Peshmergas se aproximam de Mossul, no Iraque © REUTERS/ Azad Lashkari


"Nos próximos dias, os combates irão ser mais complicados, porque o confronto irá ser na rua. A primeira linha de defesa dos terroristas do Daesh em Mossul já caiu. Nas próximas horas, as ações militares já devem ocorrer na cidade de Mossul propriamente dita, porque as nossas forças estão se aproximando dela com grande velocidade", disse al-Aulasi. 

De acordo com ele, todos os blocos políticos e todas as partes da sociedade iraquiana apoiam a operação, aguardando um resultado positivo já em breve. 

Segundo al-Aulasi, participam da libertação de Mossul cerca de 60 mil pessoas, incluindo as Forças Armadas do Iraque, a polícia federal, as unidades peshmerga, da etnia curda, e outros grupos da milícia popular.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas