Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialista: exército sírio deteve 300 militares franceses de diversas patentes

O presidente Vladimir Putin, em conversa com o presidente sírio Bashar Assad, em Sochi, declarou que, devido ao sucesso da luta antiterrorista das forças sírias e ao início do processo político, as tropas estrangeiras deveriam se retirar do território da Síria.
Sputnik

"A declaração de Vladimir Putin durante seu encontro com Bashar Assad, sobre a necessidade da retirada dos contingentes estrangeiros da Síria, arruína os sonhos dos agressores, que contam com a tentativa de realizar seus objetivos na região através de mercenários criminosos", disse à Sputnik Árabe Akram al Shalli, analista da Gestão Síria de Crise e Guerras Preventivas.

"Nas mãos do exército sírio há oficiais dos serviços de inteligência dos EUA, Grã-Bretanha, países árabes e Israel. Por exemplo, só o número de militares franceses de diversos escalões é de 300 pessoas. Notamos tentativas de exercer pressão sobre o governo sírio, inclusive para libertar os militares estrangeiros presos. Mas esses sonhos não p…

Concluída modernização do submarino nuclear russo Podmoskovie

O Centro de Reparação Naval do estaleiro Zvezdochka, que faz parte da Corporação Unida de Construção Naval da Rússia, concluiu os trabalhos de manutenção e modernização do grande submarino nuclear BS-64 Podmoskovie, informou a assessoria de imprensa do fabricante na segunda-feira (24). 


Sputnik

O submarino nuclear Podmoskovie iniciou testes no mar Branco pela primeira vez após uma pausa de 16 anos. Durante esse período, o submarino foi reequipado na cidade portuária russa de Severodvinsk para ser portador de minissubmarinos. 


Submarino nuclear russo BS-64 Podmoskovie
Submarino nuclear BS-64 Podmoskovie © Foto: Zvezdochka shipyard
 
Segundo o comunicado da assessoria, "no sábado, 22 de outubro, o navio abandonou a bacia do fabricante e saiu ao mar para realizar um programa de testes".

A construtora naval informa que durante a verificação os tripulantes pretendem checar todo o conjunto de sistemas e mecanismos do submarino para testar suas características projetadas.


O submarino portador de mísseis estratégicos BS-64 Podmoskovie, anteriormente conhecido como K-64, do projeto 667BDRM Delfin do Gabinete Central de Projetos de Engenharia Naval Rubin, é o terceiro de sete submarinos desta classe já construídos. O BS-64 foi posto ao serviço da Marinha da URSS em 1987 e no mesmo ano realizou seu primeiro teste com provas no polígono do mar Branco. Em 1999, foram iniciados trabalhos de reparação do submarino com o objetivo de reequipá-lo para ser portador de minissubmarinos.

O Podmoskovie pode transportar uma guarnição de 135 homens e está armado com mísseis balísticos a combustível líquido R-16 29RMU Sineva. O BS-64 passará a integrar a Frota do Norte russa.


Postar um comentário