Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O Brasil tem poder de fogo para proteger a riqueza da Amazônia Azul? (VÍDEO)

Devido à enorme riqueza natural, a porção de mar sob jurisdição brasileira é também conhecida como Amazônia Azul. A área é um dos mais importantes patrimônios naturais brasileiros e é uma preocupação para o setor de Defesa. Para comentar o assunto, a Sputnik Brasil ouviu Ricardo Cabral, pesquisador da Escola de Guerra Naval da Marinha do Brasil.
Sputnik

O pesquisador falou sobre a importância comercial e estratégica, o potencial energético, científico e as obrigações internacionais do Brasil com as áreas da Amazônia Azule seu entorno. Ele também descreveu o atual estado da esquadra da Marinha brasileira, que carece de investimentos e pleiteia junto ao novo governo federal uma fatia maior do orçamento público, limitado pela Emenda Constitucional nº 95.


Foi a própria Marinha brasileira que cunhou o termo "Amazônia Azul", em referência ao tamanho da biodiversidade e dos bens naturais encontradas em sua área. No entanto, a área marítima é ainda maior do que porção brasileira da flo…

Daesh não está recebendo reforços em Mossul

Militares iraquianos não registraram chegada de reforços para os terroristas do Daesh na cidade de Mossul, informou à agência RIA Novosti o porta-voz do comando unificado de operações conjuntas das instituições de defesa do Iraque, general de brigada Yahya Rasul.


Sputnik


“A notícia da chegada de reforços da Síria para Mossul é uma desinformação do Daesh. Pelo contrário, os jihadistas demonstram a intenção de fugir de Mossul para a Síria”, disse o militar, adicionando que o exército iraquiano e as milícias xiitas estão monitorando todos os movimentos do Daesh. 


Exército iraquiano nos arredores de Mossul
Exército iraquiano próximo a Mossul © Sputnik/ Hikmet Durgun

Em 17 de outubro de 2016 as Forças Armadas do Iraque, juntamente com outros grupos armados que incluem as formações curdas peshmerga, iniciaram ofensiva contra Mossul, uma das duas "capitais" do grupo terrorista Daesh, que ocupou a cidade iraquiana em 2014, proclamando-a como um dos centros do seu "califado".



Postar um comentário

Postagens mais visitadas