Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial do Hezbollah: nossos mísseis podem atingir qualquer ponto de Israel

O Hezbollah é capaz de atingir qualquer ponto em Israel com seus mísseis, disse Sheikh Naim Qassem, secretário-geral adjunto do movimento libanês Hezbollah em entrevista ao jornal iraniano al-Vefagh.
Sputnik

"Não há um único ponto nos territórios ocupados fora do alcance dos mísseis do Hezbollah", disse Qassem.


Segundo o alto funcionário, os mísseis servem para impedir Israel de iniciar outra guerra com o Líbano, expondo a "frente israelense".

Qassem comentou também a guerra na Síria, onde o Hezbollah desempenhou um papel ativo na assistência ao governo sírio contra vários agrupamentos terroristas, incluindo o Daesh e Frente al-Nusra (grupos terroristas proibidos na Rússia). O funcionário elogiou as vitórias alcançadas contra os terroristas, mas criticou os EUA por sua suposta obstrução ao processo de paz.

As tensões entre Tel Aviv e o movimento libanês xiita Hezbollah aumentaram em 4 de dezembro depois que as tropas israelenses lançaram a operação Northern Shield, dest…

Destróier americano atacado próximo do litoral iemenita

O destróier USS Mason da Marinha norte-americana foi atacado por dois mísseis em águas internacionais perto do litoral do Iêmen, informou a agência Reuters citando representantes do Pentágono.


Sputnik


Segundo a agência, os mísseis foram lançados do território controlado por houthis. 


Destroier norte-americano USS Mason atravessa o canal de Suez perto da cidade portuária Ismailia, Egito, 2011 (foto de arquivo)
USS Mason

Um representante do Pentágono disse que, em resultado de ataque, o navio norte-americano não sofreu danos, não tendo nenhum dos mísseis atingido o alvo.


O Iêmen se encontra em um sangrento conflito civil desde 2014, colocando em lados opostos os rebeldes houthis e as forças leais ao presidente Abd Rabbuh Mansur Hadi, apoiado pela Arábia Saudita, que desde março de 2015 realiza ataques junto com outros países árabes contra posições dos houthis no Iêmen.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas