Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Vários mortos no confronto entres as forças de Maduro e rebeldes armados

Desfecho sangrento aconteceu durante a operação de captura de Óscar Pérez, que está entre os mortos.O piloto sobrevoou prédios do governo com um helicóptero roubado da polícia em junho do ano passado
Maolis Castro e Florantonia Singer | El País

Vários integrantes do grupo liderado pelo ex-policial Óscar Pérez morreram em um confronto com um coletivo – civis armados chavistas – e um comando da Força de Ações Especiais da Polícia Nacional, em que também morreram dois agentes e um militante chavista. Outros cinco membros do grupo foram presos em uma casa na região de El Junquito, no oeste de Caracas. 

O Governo venezuelano confirmou no início desta tarde que o próprio Pérez está entre os mortos. Seu nome se tornou conhecido em junho, quando roubou um helicóptero da polícia e sobrevoou a sede do Supremo Tribunal de Justiça e do Ministério do Interior. Nunca, em 18 anos de chavismo, ocorreu algo parecido na Venezuela.


O ex-inspetor do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalística…

EUA comprometeram-se a resolver o problema da presença dos militares turcos no norte do Iraque

EUA comprometeram-se a resolver o problema da presença dos militares turcos no norte do Iraque, declarou à Sputnik uma fonte diplomática. 

Sputnik

Há cerca de um ano, os militares turcos entraram no território iraquiano alegando que o objetivo principal estaria ligado à luta contra o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia). As autoridades do Iraque declararam que a presença militar da Turquia não foi acordada e a soberania do país foi violada. 
Soldado turco na fronteira entre Turquia e Iraque. Foto de arquivo
Soldado turco no Iraque © AFP 2016/ MUSTAFA OZER
"Os EUA pediram ao Iraque que esperasse e não convocasse uma reunião do Conselho de Segurança da ONU sobre a questão da invasão turca no Iraque, ficando [os EUA] responsáveis pela saída das tropas turcas imediatamente", disse o diplomata.

Como informou a assessoria do Ministério das Relações Exteriores do Iraque, na quinta-feira, o ministro Ibrahim al-Shiqr al- Jaafari ligou para seu colega egípcio, Sameh Shoury, reforçando o apoio do Egito na questão turca.

Anteriormente, o parlamento iraquiano aprovou resolução que expressa o protesto do país contra a presença de militares turcos perto de Mossul. Os parlamentares exigiram que o governo do Iraque tome as medidas legais e diplomáticas necessárias, incluindo a verificação das relações econômicas entre os dois países. 
A Turquia afirma que os militares estão no Iraque legalmente e que os mesmos ajudam na luta contra o Daesh a pedido do governo iraquiano. O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, disse que o acampamento turco perto de Mossul foi instalado na região durante o mandato do primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu.

Postar um comentário