Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

EUA detectam teste malsucedido de míssil na Coreia do Norte

Teste que falhou foi com míssil balístico intermediário.
EUA dizem que vão levar episódio à ONU.


Reuters


O Exército norte-americano detectou um teste malsucedido com um míssil balístico intermediário da Coreia do Norte, perto da cidade de Kusong, no noroeste do país, disse o Pentágono neste sábado (15). 


Resultado de imagem para missil coreia do norte
Foto em que líder norte-coreano, Kim Jong-un, observa lançamento de míssil de submarino | EPA KCNA

“Condenamos veementemente este e os outros recentes testes de mísseis por parte da Coreia do Norte”, afirmou o comandante da Marinha dos EUA e porta-voz do Pentágono, Gary Ross.

“Pretendemos levar nossas preocupações à ONU para aumentar a pressão internacional para responsabilizar a República Popular Democrática da Coreia por essas ações.”

Ross afirmou que o compromisso dos EUA com a defesa de seus aliados na região, incluindo a Coreia do Sul e o Japão, permanece rígido diante de tais ações dos norte-coreanos.

O Pentágono disse que o lançamento do míssil não representa uma ameaça à América do Norte.



Postar um comentário