Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio retoma base aérea de Abu al-Duhur controlada por militantes desde 2015

O exército sírio expulsou os terroristas do aeródromo de Abu al-Duhur, na província de Idlib, que estava sob controle de grupos armados ilegais desde setembro de 2015, informou o Ministério da Defesa russo.
Sputnik

"Como resultado da ofensiva, as tropas sírias expulsaram os radicais do aeródromo de Abu al-Duhur que estava sob controle de grupos armados desde setembro de 2015", diz-se no comunicado do ministério russo.


O ministério também informou que as forças governamentais sírias cercaram uma grande concentração de terroristas da Frente al-Nusra (grupo terrorista proibido na Rússia) na província de Idlib.

Segundo o comunicado, as unidades de ataque das tropas governamentais, lideradas pelo general sírio Suheil Hassan, juntaram-se às forças da milícia e realizaram uma ofensiva ao longo da rodovia Aleppo-Hama.

Desta maneira, segundo o ministério russo, foi posto fim ao cerco de uma grande concentração da Frente al-Nusra na parte oriental de Idlib.

Em 10 de janeiro, uma fonte infor…

EUA detectam teste malsucedido de míssil na Coreia do Norte

Teste que falhou foi com míssil balístico intermediário.
EUA dizem que vão levar episódio à ONU.


Reuters


O Exército norte-americano detectou um teste malsucedido com um míssil balístico intermediário da Coreia do Norte, perto da cidade de Kusong, no noroeste do país, disse o Pentágono neste sábado (15). 


Resultado de imagem para missil coreia do norte
Foto em que líder norte-coreano, Kim Jong-un, observa lançamento de míssil de submarino | EPA KCNA

“Condenamos veementemente este e os outros recentes testes de mísseis por parte da Coreia do Norte”, afirmou o comandante da Marinha dos EUA e porta-voz do Pentágono, Gary Ross.

“Pretendemos levar nossas preocupações à ONU para aumentar a pressão internacional para responsabilizar a República Popular Democrática da Coreia por essas ações.”

Ross afirmou que o compromisso dos EUA com a defesa de seus aliados na região, incluindo a Coreia do Sul e o Japão, permanece rígido diante de tais ações dos norte-coreanos.

O Pentágono disse que o lançamento do míssil não representa uma ameaça à América do Norte.



Postar um comentário