Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

EUA exportarão US$ 75 milhões em armas e serviços para os Emirados Arabes

O Departamento de Estado norte-americano aprovou uma venda no valor de 75 milhões de dólares em armamentos para os Emirados Árabes Unidos, segundo anunciou a Agência de Cooperação em Segurança da Defesa (DSCA) dos Estados Unidos nesta segunda-feira.


Sputnik

Em nota, a DSCA afirmou que o negócio proposto contribui de forma significativa para a política externa e para a segurança nacional dos EUA, uma vez que possibilita ao seu aliado empregar esses produtos em exercícios realizados no âmbito das coalizões das quais faz parte. 


Resultado de imagem para emirados arabes unidos

"O governo dos EAU requisitou uma possível venda a incluir participação em exercícios militares, reabastecimento aéreo, transporte aéreo, assistência, dispositivos e munições para treinamento, serviços de apoio técnico e logístico e outros elementos relacionados de logística e apoio em programa. O custo estimado é de 75 milhões de dólares".

De acordo com o documento, "a venda desses equipamentos e apoio não altera o equilíbrio militar básico na região". 


Postar um comentário