Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil simula resgate de civis em área de conflito ou desastre natural (VÍDEO)

A Marinha do Brasil realizou entre os dias 6 e 14 de novembro a Operação Atlântico, na praia de Itaoca, no Espírito Santo. A simulação deste ano treinou os oficiais para casos em que houvesse resgate de civis em uma área de conflito armado ou que foram alvos de desastres naturais.
Sputnik

Era por volta de 5h40 do dia 10 de novembro, um sábado, ainda estava amanhecendo, quando o Almirante Paulo Martinho Zucaro, Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, olhou e disse para a reportagem da Sputnik Brasil: "É guerra".


A declaração foi dada para explicar os motivos de se realizar um treinamento deste porte mesmo em condições extremamente desfavoráveis. A chuva era forte, as ondas na beira da praia atingiam 1,5 metros e os ventos chegaram a 20 km/h. O nível de dificuldade preocupava o alto comando, mas não foi um problema para os fuzileiros e marinheiros.

Antes do amanhecer, sete Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf) chegaram à praia e deram início ao desembarque. Após eles chegarem foi…

EUA vão além da instalação do THAAD na Coreia do Sul

Os EUA continuarão promovendo a instalação do escudo antimíssil THAAD na Coreia do Sul, caso a Coreia do Norte persista com ameaças, disse Tony Blinken, vice-secretário de Estado, sexta-feira (28). 


Sputnik

"A cada dia que passa, ameaças da Coreia do Norte se tornam mais e mais acentuadas para a Coreia do Sul, Japão, países da região e para os EUA. E está se aproximando o dia em que ela poderá realmente posicionar uma arma nuclear e um míssil balístico intercontinental que podem atingir os EUA. Isso não é aceitável para nós”, disse Blinken durante palestra na Universidade Nacional de Seoul, citado pela agência de notícias Yonhap.


Manifestantes sul-coreanos usando máscaras do presidente dos EUA Barack Obama e a presidente sul-coreana Park Geun-hye, se opões a um plano para implantar um sistema avançado de defesa antimíssil THAAD, em Seul, Coreia do Sul, segunda-feira, agosto 15, 2016.
Manifestantes sul-coreanos, com máscaras do presidente norte-americano e da presidente sul-coreana, contra a instalação do sistema THAAD na Coreia do Sul © AP Photo/ Ahn Young-joon


O vice-secretário de Estado norte-americano adicionou que os EUA continuam reforçando para a China e outros países a necessidade de tomada de medidas defensivas que buscam a proteção dos aliados, parceiros e de si próprio.

Em julho, a Coreia do Sul e os Estados Unidos concordaram em instalar o sistema antimíssil no condado Seongju devido às crescentes tensões regionais estimuladas pela realização de testes de mísseis balísticos da Coreia do Norte e de dois testes nucleares realizados no ano passado. 


China e a Rússia se opuseram à instalação do escudo antimíssil THAAD, argumentando que o sistema poderia afetar os interesses chineses e russos na região.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas