Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil simula resgate de civis em área de conflito ou desastre natural (VÍDEO)

A Marinha do Brasil realizou entre os dias 6 e 14 de novembro a Operação Atlântico, na praia de Itaoca, no Espírito Santo. A simulação deste ano treinou os oficiais para casos em que houvesse resgate de civis em uma área de conflito armado ou que foram alvos de desastres naturais.
Sputnik

Era por volta de 5h40 do dia 10 de novembro, um sábado, ainda estava amanhecendo, quando o Almirante Paulo Martinho Zucaro, Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, olhou e disse para a reportagem da Sputnik Brasil: "É guerra".


A declaração foi dada para explicar os motivos de se realizar um treinamento deste porte mesmo em condições extremamente desfavoráveis. A chuva era forte, as ondas na beira da praia atingiam 1,5 metros e os ventos chegaram a 20 km/h. O nível de dificuldade preocupava o alto comando, mas não foi um problema para os fuzileiros e marinheiros.

Antes do amanhecer, sete Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf) chegaram à praia e deram início ao desembarque. Após eles chegarem foi…

Força Aérea do Egito ataca militantes no Sinai

A Força Aérea egípcia realizou uma série de ataques na manhã deste sábado (15) contra posições de militantes extremistas na península do Sinai, informaram as Forças Armadas do país em comunicado divulgado pela televisão nacional. 


Sputnik

Os ataques foram feitos em resposta ao ataque dos combatentes realizado na sexta-feira (14) que resultou na morte de 12 militares e 15 jihadistas. 


Península do Sinai
Península do Sinai © flickr.com/ Stuart Rankin

"Após o fim de um trabalho de inteligência para localização dos alvos e especificação de coordenadas, que demoraram três horas, foram realizados ataques aéreos precisos que resultaram na liquidação de um abrigo de militantes, paióis de armas e munições e sete carros de tração total", diz o comunicado. 

Os militares egípcios informam também da liquidação dos militantes que estavam realizando atentados, juntamente com seus cúmplices.

As Forças Armadas declaram que a série de ataques continuará com o objetivo de pôr fim às atividades "daqueles militantes que prejudicam a segurança do país".

Na sexta-feira (14), no norte de Sinai teve lugar o maior atentado dos últimos meses que atingiu um posto de controle do exército. Extremistas em carros de tração total atacaram as posições militares usando metralhadoras e explosivos. 


Já há mais de dois anos que o Egito realiza uma operação antiterrorista no norte da península do Sinai, onde os terroristas se escondem em localizações de difícil acesso. Durante o período de confrontos com os extremistas já morreram centenas de militares e policiais.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas